'Fiz barricadas com brinquedos para me proteger', diz menina estuprada 225 vezes | Mceara.com
Connect with us

Mundo

‘Fiz barricadas com brinquedos para me proteger’, diz menina estuprada 225 vezes

A polícia de Liverpool expôs que Anthony Morgan, de 41 anos, admitiu ter abusado sexualmente da criança, oferecendo-a sorvete em troca de sexo; ele foi condenado a 18 anos de prisão após depoimentos de mais uma vítima

Último Segundo | Um homem foi condenado a uma pena de 18 anos de prisão após abusar sexualmente de uma menina de seis anos por, pelo menos, 225 vezes. Depois da decisão judicial em março do ano passado, Anthony Morgan, de 41 anos, retornou ao tribunal na última semana, acusado de cometer abusos contra outra garota.

Leia também: Pacote-bomba explode e deixa feridos no Texas; já o quarto do tipo só neste mês

De acordo com informações do Liverpool Echo, a vítima de Morgan relatou ao júri da Corte de Liverpool que fazia barricadas com seus brinquedos para evitar que o pedófilo se aproximasse dela. Segundo os policiais responsáveis pela investigação do caso, o comportamento da menina evidenciou que os abusos não eram recentes, sendo que foi descoberto posteriormente que ela era estuprada desde os três anos.

“Notamos que as ocorrências eram mais antigas do que pensávamos depois de uma conversa em que ela chorava muito e dizia ‘que tudo estava muito errado em sua cabeça’”, contaram os oficiais.

Sentença e nova acusação

O procurador Robert Jones afirmou que o homem foi condenado e cumpria pena de 16 anos até que outra vítima decidiu se manifestar. No tribunal, o acusado admitiu o estupro, tendo acréscimo de dois anos na condenação.

A polícia de Liverpool alegou no julgamento que Morgan assumiu o abuso sexual, dizendo que oferecia doces para que a menina não contasse o que fazia para ninguém. “Ele disse que se sentia mal, mas não conseguiu explicar por que permanecia abusando de crianças. Em relação à primeira vítima, Anthony Morgan disse que a estuprou pelo menos 225 vezes, e que costumava comprar sorvete em troca de sexo. Já no que se diz respeito à segunda vítima, Morgan contou tê-la abusado oito vezes, mas que não sabia que isso causara reflexos em sua vida adulta. Ele culpou seus impulsos pelos atos cometidos”, disseram as autoridades.

Com a pena atualizada pela série de abusos, Anthony Morgan deve ficar pelo menos dois terços da sentença na prisão, cumprindo 12 anos em regime fechado. Ele ainda terá seu nome registrado em um documento para infratores sexuais, obedecendo a uma ordem de prevenção de prejuízo sexual por toda a vida.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.