Connect with us

Mundo

Filhos escondem morte da mãe e deixam seu corpo em casa para receber pensão durante cinco meses

Como os cinco filhos e uma filha sustentavam as famílias com a pensão, eles decidiram mentir sobre a morte da mãe para continuar recebendo o dinheiro

iG | Seis irmãos foram denunciados em Varanasi, no norte da Índia, após esconderem o corpo da mãe dentro de casa durante cinco meses. Segundo informações do portal Metro, eles omitiram a morte da mulher de 70 anos para manter a pensão de R$ 2 mil que ela recebia, e só foram desmascarados por causa dos vizinhos.

Amravati Devi morreu em um hospital da região em janeiro deste ano, porém, seus filhos eram os únicos que sabia de sua morte. Para continuar recebendo a pensão da idosa, a família decidiu mentir: eles disseram para todos os vizinhos e familiares que Devi estava viva, mas ficava só dentro de casa porque não podia sair da cama.

O caso foi descoberto cinco meses depois, quando alguns vizinhos começaram a perceber um odor forte na casa da mulher e decidiram chamar as autoridades. A polícia invadiu o local e encontrou o corpo, já em estado de decomposição, coberto dentro de um dos quartos.

Os oficiais também encontraram compostos químicos para embalsamar o corpo, que não foram utilizados porque a família – cinco filhos e uma filha – não sabia como fazê-lo. Ravi, Jyoti, Girish, Yogeshwar e Dev Prakash e Vijay Lakshmi foram denunciados e agora enfrentam graves acusações, por mais que apenas Ravi e Vijay tenham sido presos enquanto os outros estão foragidos.

Investigações sobre a morte de Amravati Devi

As investigações concluíram que, poucos dias após a morte de Devi, quatro de seus filhos se mudaram da casa, e os únicos que permaneceram ali foram Ravi e Vijay. “Sempre que eu perguntava sobre sua mãe, ele [Ravi] educadamente dizia que ela estava fraca e não podia andar, mas já estava morta”, disse Chedi Lal, um dos vizinhos que ajudou a descobrir o crime.

“Ficamos chocados e perplexos ao pensar em como os filhos poderiam ser tão gananciosos a ponto de manter o corpo da mãe em casa por cinco meses, isso para aproveitar os benefícios de sua mesada”, declarou outro vizinho, Ramesh Chandra.

Para a polícia, Ravi confessou que ele e seus irmãos esconderam a morte da mãe para continuar recebendo o benefício de 40 mil rúpias indianas, cerca de R$ 2 mil, um valor considerado alto para o país.

O dinheiro era provido pelo governo desde que o marido da idosa, que era funcionário público, faleceu e ela ficou encarregada de cuidar das famílias de seus filhos.

“O dinheiro teria parado de chegar se tivéssemos anunciado sua morte e cremado o corpo”, explicou aos oficiais. “Como estamos desempregados e não temos uma fonte de renda para sustentar nossas famílias, decidimos fingir que ela estava viva e continuar recebendo a pensão para nossa sobrevivência”, completou.

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.