Connect with us

Ceará

Vídeo mostra chacina que deixou mais de 10 mortos no Ceará; cenas fortes

Assassinatos teriam sido ocasionados por briga entre facções

News 24hrs | O estado do Ceará vive em estado de calamidade pública por causa da guerra entre os grupos criminosos, que tentam tomar o controle total do tráfico de drogas na região. Após a chacina que deixou 14 mortos, promovida no sábado (27) pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) e Guardiões do Estado (GDE), as autoridades registraram uma briga entre facções em uma cadeia pública do estado. O palco da guerra foi a Cadeia Pública de Itapajé, que está localizada a 125 km de Fortaleza. O caso aconteceu ainda no início da manhã desta segunda-feira (29).

O número de 10 mortos foi confirmado pela Secretaria da Justiça e Cidadania cearense. Em nota, o órgão também informou que os detentos começaram uma briga por causa da rivalidade entre facções criminosas. O Grupo de Operações Regionais teve que intervir. Mesmo assim, a confusão já estava instaurada e resultou em um grande número de mortos.

O Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen) também repassou informações para a imprensa. De acordo com as autoridades, a guerra interna aconteceu porque em penitenciárias menores, como a de Itapajé, não foi dada a ordem de separação de presos por facção criminosa. Dessa maneira, os detentos aproveitaram, ainda mais que os ânimos estão exaltados, e começaram toda a confusão. Vale lembra que a chacina do último sábado, no Forró do Gago, teve como motivação a rivalidade entre os grupos criminosos.

Ainda de acordo com as informações, a briga dessa segunda começou com a GDE, que está aliada ao PCC para tentar operar no Ceará. Em vídeo, publicado no último domingo (28), membros do Comando Vermelho (CV) que estão presos fizeram um vídeo alertando que “cortariam fora” as cabeças dos integrantes dos Guardiões do Estado. Com a provocação, houve a ordem da briga.

Com essa guerra interna, o final de semana termina com 25 mortes causadas por conta da briga de grupos organizados. Não há informações oficiais, mas outras rebeliões estariam acontecendo em penitenciárias menores, que também não separam os detentos por facções.

CLIQUE PARA VER O VÍDEO

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.