Connect with us

Ceará

Comando Vermelho proíbe propaganda de Bolsonaro no Ceará

Facção criminosa emitiu comunicado proibindo apoio ao candidato

Um dos maiores inimigos do crime organizado no Brasil é candidato à presidência da República, não bastasse isso, ele lidera quase todas as pesquisas eleitorais e arrasta multidões por onde passa. Não foi só o establishment que sentiu o baque, Jair Bolsonaro (PSL) assustou também o crime organizado.

O Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro, estendeu seus tentáculos até o Ceará e através de um comunicado “oficial” ditou as regras para as eleições: campanha política para Jair Bolsonaro, Vitor Valin, Capitão Wagner ou qualquer policial que seja candidato, está proibida.

“Esses políticos apoiam a ditadura, tortura e tudo que é contra as comunidades carentes. Eles camuflam o que os policiais vêm fazendo nas nossas comunidades”, diz o texto.

Circular atribuída ao Comando Vermelho do Ceará que proíbe candidatos saídos das corporações militares de pedir votos nas áreas dominadas pela facção Foto: REPRODUÇÃO

O procurador regional eleitoral do Ceará, Anastácio Tahim Jr., solicitou o envio de tropas federais para evitar a ação do crime organizado durante as eleições 2018, no dia 7 de outubro.

A solicitação de tropas federais para garantir a segurança na eleição ainda vai ser votada no plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE).

O deputado Jair Bolsonaro reforçou a segurança em suas viagens pelo Brasil durante a campanha. Além de ser escoltado por seguranças, o parlamentar adotou o uso de um colete à prova de balas.

[Matéria do site Terça Livre TV]

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.