Connect with us

Capa

Cenas fortes: veja o que aconteceu com este homem preso por estupro, em presídio do Ceará

Vídeo começou a circular no WhatsApp e mostra homem que teria sido preso por violentar sexualmente uma mulher

Uma gravação que estava circulando no WhatsApp começa a ser compartilhada em portais e nas redes sociais, chocando muitas pessoas que acompanham o vídeo, até saber o real motivo daquilo estar acontecendo. As imagens mostram um homem sem camisa levando uma grande surra de um grupo de homens. O vídeo tem mais de dois minutos de duração e praticamente durante todo o tempo, o alvo é atingido por vários golpes, inclusive com uma pequeno pedaço de pau. Conforme informações de sites que estão divulgando as imagens, o homem é um detento do Ceará e o caso está acontecendo dentro de uma prisão.

Não há muitas informações sobre o caso, como por exemplo, qual seria o nome do alvo e qual é o presídio em que o ataque está acontecendo. No entanto, em grupos de WhatsApp em que a gravação começou a circular, populares informaram que o suspeito está sendo agredido por ter violentado sexualmente uma mulher.

Vale lembrar que a informação não é confirmada. Porém, se levar em conta como acontece a agressão e por ser feita por um grupo de homens, é bem provável que esse seja o motivo. Outro motivo, também ventilado, seria de que o preso fez algo que não agradou o grupo de presidiários.

Como é de conhecimento popular, os detentos possuem regras que eles mesmo criaram, que devem ser seguidas. Suspeitos que cometem crimes violentos e de abuso sempre são punidos pelo grupo de presidiários, na chamada “lei da prisão”.

No entanto, quem viu essa gravação e conhece outros casos, garante que as agressões estão mais leves, considerando quando suspeitos desse tipo de crime são alvos de outros presidiários. Como a punição pode fazer parte do código de regras dos criminosos, é bem provável que o agredido não tenha denunciado ninguém, pois poderia acabar sofrendo consequências piores.

Nas redes sociais, internautas estão impressionados com o caso. Muitos concordaram com esse tipo de punição, afirmando que pelo sistema penal, o suspeito passará pouco tempo na prisão e depois pode ser liberado para voltar a cometer novamente esses crimes. E você, o que acha da “lei da prisão”? Assista o vídeo abaixo e opine.

Por Bruno via News 24hrs

Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.