Connect with us

Brasil

Vídeo mostra homem morrendo eletrocutado após encostar em poste; cenas fortes

Jovem tentou pular grade, escorregou e ficou pendurado na estrutura de metal de poste elétrico

Um jovem paulista perdeu a vida em um momento de festa por pura fatalidade. Lucas Antônio Lacerda da Silva, de 22 anos, estava participando do Carnaval do bloco Acadêmicos do Baixo Augusto, na rua Consolação, em São Paulo, quando decidiu pular uma grade para se juntar à multidão nas ruas. A decisão não foi a melhor e no momento em que ele foi ultrapassar a barreira de segurança, escorregou. Por isso, tentou segurar em um poste de energia elétrica e foi eletrocutado ao tentar se pendurar na estrutura de metal. Uma equipe de salvamento ainda tentou fazer massagem cardíaca, mas não adiantou.

Um vídeo de uma cinegrafista amadora flagrou o momento da fatalidade.

A gravação, feita em time-lapse, tem um pouco mais de 30 segundos e mostra quando o jovem tenta pular a grade e quando cai no chão, já eletrocutado. Conforme testemunhas, ele escorregou e ficou grudado com uma das mãos na estrutura de metal do poste. O caso aconteceu exatamente na esquina das ruas Consolação e Matias Aires.

Um garçom de um restaurante próximo ao local comentou com a imprensa que uma equipamento de salvamento foi acionada. Os profissionais tentaram realizar uma massagem cardíaca na vítima. Após o incidente, o corpo do rapaz foi levado para um hospital. A equipe teria conseguido reanimar Lucas em duas ocasiões: na rua e no transporte para a unidade de saúde.

Amigos e familiares de Lucas estão revoltados com a estrutura da cidade de São Paulo. Alguns questionaram como é possível uma pessoa simplesmente ser eletrocutada ao encostar em um poste que fica desprotegido, no meio da rua.

“Um jovem de 22 anos morre ao encostar em um poste durante o bloco de carnaval em São Paulo. Que m**da de cidade é essa? Descanse, primo”.

O que indigna ainda mais é que Lucas estava tendo um momento de alegria, comemorando o Carnaval com amigos.

A Santa Casa de Misericórdia afirma que o jovem deu entrada como vítima de choque elétrico em via pública. O jovem deu entrada no hospital já com uma parada cardiorrespiratória. Não resistindo, o óbito foi constatado por volta das 19 horas. A polícia paulista comentou que já começou a investigar o caso. Os responsáveis pelo evento serão chamados para prestar depoimento. Além disso, é aguardada a perícia técnica para esclarecimentos.

A Eletropaulo apenas afirmou que a descarga de elétrica partiu de um poste de iluminação pública. Por conta disso, a empresa não teria como realizar alguma ação técnica.

A empresa responsável pela instalação, a Dream Factory, afirma que irá colaborar com a investigação, mas que se pronunciará apenas quando a causa da morte for confirmada.

A Companhia de Engenharia de Tráfego esclareceu que as câmeras instaladas no poste semafórico não pertencem à companhia e não recebeu nenhum pedido de autorização para a instalação das mesmas.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.