Connect with us

Brasil

Rins param de funcionar e homem quase morre ao usar medicamento popular

Remédio está no grupo daqueles considerados comuns, em que não é necessário receita médica para a compra

Especialistas cansam de avisar para que as pessoas não tomem remédios por conta própria. Independente do medicamento ser considerado comum e de uso popular, o melhor é sempre realizar uma consulta para ver se está tudo bem em tomar ocasionalmente algum desses produtos.

Um homem contou a sua história no Facebook sobre como quase morreu após se automedicar. O caso dele traz uma grande lição em todos que quando passam realmente mal não procuram um especialista e ainda vão até farmácias para comprar algo que vá dar uma resolução quase que imediata.

O homem, identificado como Fernando Henrique de Souza fez uma publicação realmente preocupante no Facebook.

Souza conta que sempre teve problemas nas articulações dos dedos e dos cotovelos, e que nenhum remédio estava resolvendo a sua situação. Ao mesmo tempo, o rapaz não procurava médicos para examinar o que ele poderia ter. Em certo dia, ele descobriu um remédio que parecia um verdadeiro milagre. A fórmula desse medicamento trazia paracetamol, carisodropol, diclofenaco sódico e cafeína. O remédio iria curar todas as dores do homem.

Quando foi lhe indicado o medicamento, avisaram que ele deveria tomar de 8 em 8 horas. Além disso, deveria ter muito cuidado, pois o tratamento não poderia passar de 10 dias. Quando tomou pela primeira vez, sentiu que as fortes dores passaram por 4 horas. Cansado de sentir as mesmas dores, decidiu que iria mudar o que foi lhe indicado. Tomaria a cada intervalo de 4 horas, para que não sentisse qualquer dor.

A automedicação deu muito errado para o homem. Dias depois de iniciar o tratamento com o medicamento indicado, sofreu um princípio de enfarte. Quando foi realizar exames médicos, descobriu que os rins estavam quase parando de funcionar. No momento em que decidiu contar a sua história nas redes sociais, afirmou que estava com um sério problema nos rins, que pareciam não funcionar mais.

O homem deu uma verdadeira lição e pediu para que todos tenham cuidado com a automedicação. Ele contou que além dos rins, o mesmo medicamento afetou a sua pressão arterial. Agora, Souza terá que viver com as consequências dessa escolha pelo resto de sua vida.

Além disso, ele denunciou que o remédio, apesar de ter uma tarja vermelha, de que só pode ser vendido com receita médica, é facilmente conseguido nas farmácias. O homem alertou para ninguém cair na conversa de outras pessoas, ainda mais que não sejam médicos.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.