fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Brasil

‘Não aceito apanhar de mulher’, diz jovem que matou namorada com coleira e dormiu dois dias ao lado do cadáver

Suspeito alegou “legítima defesa” segundo delegada. Ele passou 2 dias dormindo ao lado do cadáver dentro da casa onde os dois moravam em Sidrolândia (MS)

Publicados

em

O jovem de 18 anos que usou uma coleira de cachorro para matar a namorada de 17, em Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande, disse em depoimento nesta segunda-feira (1º) que agiu em “legítima defesa”, porque a namorada o teria agredido com um cabo de vassoura. As informações do G1.

Ao G1, a delegada que investiga o caso, Thais Duarte Miranda, afirmou que o suspeito demonstrou frieza quando questionado sobre o motivo de assassinar a jovem:

“Ele disse ‘Não aceito apanhar de mulher’, alegando que ela o teria agredido com um cabo de vassoura e usado uma faca para ameaçá-lo.”
Segundo a polícia, primeiro, Paulo Eduardo dos Santos tentou esganar a vítima com as mãos, e depois, usou um fio de cabo de celular, que arrebentou. Em seguida, pegou a coleira do cachorro do casal e sufocou Jheniffer Cáceres de Oliveira até a morte. Eles tinham um relacionamento há 1 ano e 4 meses.

Segundo Thais, pelas circunstâncias em que a jovem foi morta, a agressividade do ataque do suspeito não caracteriza defesa:

“Ele tentou esganá-la primeiro, depois usou o fio do celular para sufocá-la e por fim, pegou um terceiro objeto para finalizar o que intencionava”.

Ainda de acordo com a delegada, Paulo informou que a discussão foi motivada por ciúme. A jovem teria deixado o namorado em um bar e ido para outro estabelecimento, onde ele a encontrou conversando com um homem.

“A gente consegue ver enquanto ele narra a história, a raiva do fato dela estar conversando com esse homem. Para ele, é como se Jheniffer estivesse ‘dando moral’ para esse outro rapaz e isso parece ter sido o grande problema para ele”, explica.

O suspeito teria narrado os fatos sem demonstrar arrependimento e nenhum tipo de emoção, segundo a delegada. Ele contou a história com riqueza de detalhes e informou que enrolou o corpo da jovem em um cobertor e a deixou no chão.

De acordo a com delegada, na última segunda-feira (1º) , Paulo foi para aulas de auto-escola, momento em que vizinhos sentiram mau cheiro e acionaram a polícia.

Segundo Thais, vizinhos informaram que suspeitavam que a vítima já sofria agressões, pois ela sempre usava casacos para esconder supostas lesões. O Corpo de Jheniffer foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) de Campo Grande e deve ser sepultado na cidade de Dois Irmãos do Buriti (MS).

Paulo Eduardo deve passar na tarde desta terça-feira (2) por uma audiência de custódia. Ele irá responder pelos crimes de feminicídio e ocultação de cadáver.

O caso

O corpo de Jheniffer Cáceres de Oliveira foi encontrado na manhã dessa segunda (1º), após vizinhos sentirem mau cheiro vindo da residência do casal. Ela foi encontrada dentro do quarto da casa.

Segundo o delegado Diego Dantas, o suspeito dormiu ao lado do corpo desde a madrugada do último sábado (30). Ele foi localizado e preso próximo a residência de onde aconteceu o crime.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Adolescentes torturam e matam garota por causa de ciúmes, divulgam vídeo e são apreendidas

Caso ocorreu nesta terça (25), na Praia de Maria Farinha, em Paulista. Segundo a Polícia Civil , vítima foi esfaqueada e agredida no mar por outras jovens, ambas de 15 anos

Publicados

em

Duas adolescentes foram apreendidas pela Polícia Civil, nesta terça-feira (25), por terem torturado e matado uma garota de 14 anos, na Praia de Maria Farinha, em Paulista, no Grande Recife. As jovens, que têm 15 anos, segundo a Polícia Civil, registraram as agressões com o celular e publicaram as imagens nas redes sociais. O crime foi motivado por ciúmes.

As duas garotas, segundo a polícia, agrediram a vítima com socos e pontapés, deram golpes de faca, e tentam afogá-la no mar. O delegado Augusto Cunha afirmou a vítima é ex-namorada de uma das garotas, a que filmou a agressão.

“A outra, que aparece no vídeo praticando a maioria das agressões, seria atual da outra agressora. Essas informações são preliminares”, diz o policial, que fez a primeira investigação no local do crime.

Nas imagens divulgadas pela internet, é possível ver a vítima sendo espancada. A garota está vestida com roupas da Rede Municipal de Ensino do Recife. A blusa dela está ensanguentada, por causa das agressões sofridas.

As adolescentes foram levadas à Delegacia de Maria Farinha, onde foram ouvidas pelo delegado Álvaro Muniz. O caso, segundo a polícia, ocorreu pela manhã e as duas garotas foram apreendidas durante a tarde. As duas garotas foram autuadas em flagrante por ato infracional equiparado a homicídio.

Devido conter cenas muito fortes, desfocamos o vídeo abaixo:

Continue lendo

Brasil

Aos 9 meses, bebê é espancado, estuprado e morto de forma revoltante

Padrasto é o principal suspeito do crime, segundo a polícia

Publicados

em

Um bebê de 9 meses, identificado apenas como Ícaro, morreu após ter sido espancado e estuprado em Conceição de Macabu, no Norte Fluminense, no início da tarde desta segunda-feira. De acordo com informações da Polícia Civil, o padrasto é o principal suspeito do crime.

O menino foi levado para o Hospital Municipal Ana Moreira, mas não resistiu aos ferimentos. Funcionários da unidade relataram que a criança estava sem algumas unhas da mão e dos pés. Ainda não informações sobre quem levou a criança ao centro de saúde.

Segundo a Polícia Militar, equipes do 32º BPM (Macaé) foram acionadas para uma ocorrência no Conjunto Habitacional São Cristóvão, no bairro Henry. No local, os agentes foram informados que a criança já havia sido socorrida para o Hospital Municipal Ana Moreira, onde não resistiu aos ferimentos.

O corpo de Ícaro foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé. Agentes da 122ª DP (Conceição de Macabu) realizam diligências para encontrar o suspeito do crime.

Via O DIA

Continue lendo

Brasil

Idosa de 81 anos morre após ser abandonada pela família

Francisca das Chagas Oliveira foi resgatada pela Rede de Proteção ao Idoso, mas morreu no Hospital Socorrão II nesta sexta (21)

Publicados

em

Francisca das Chagas Oliveira, de 81 anos, morreu na sexta-feira (21) no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís. Segundo informações, a idosa foi encontrada por vizinhos com feridas na pele e muito doente na cidade de Vargem Grande, a 120 km de São Luís.

De acordo com os órgãos de Justiça que atuam na defesa dos idosos, há quatro meses ela foi deixada por uma filha na casa de uma sobrinha, que abandonou a idosa. As duas estão sendo procuradas e podem responder por abandono de incapaz, maus-tratos e tortura.

A idosa ainda não foi enterrada porque ninguém da família apareceu para buscar o corpo no necrotério do Socorrão II. Equipes do hospital, da Defensoria Pública e da Secretaria Municipal de Assistência Social de São Luís iniciarão os procedimentos para que a idosa tenha um enterro.

A Defensoria Pública garante que uma rede de apoio vai investigar os culpados pelo crime que levaram a idosa a morrer.

Via G1

Continue lendo

Brasil

Acusado de estuprar netas é amarrado e tem os testículos cortados

A suspeita é de que os agressores queriam castrar o avô e fazer “justiça” com as próprias mãos

Publicados

em

Um homem de 49 anos, acusado de estuprar as netas de cinco e seis anos em 2016, teve os testículos cortados na noite do último sábado (22) em um sítio em Itanhangá (490 km de Cuiabá).

Conforme o boletim de ocorrência, o homem relatou que estava em sua casa com sua esposa e filho quando, por volta das 18h30, dois homens encapuzados invadiram o local, o levaram para fora, amarraram suas mãos e pés e cortaram os testículos dele.

Os agressores ainda teriam levado o celular da esposa da vítima, que só procurou um Posto de Saúde na manhã do outro dia, temendo acabar preso pela acusação de estupro, confirmada ao LIVRE pela Polícia Judiciária Civil.

Na unidade hospitalar, a equipe médica acionou a Polícia Militar, por volta das 10h30, informando que um homem com ferimento de arma branca havia dado entrada no hospital.

Os ferimentos teriam sido causados, segundo o site local Ita Notícias, porque os agressores queriam “castrar” o suspeito. Eles teriam inclusive perguntado à esposa se ela estava ciente do que ele teria feito em 2016, com as próprias netas.

Segundo a denúncia, ele teria estuprado as netas de cinco e seis anos em um assentamento em Nova Maringá (370 km de Cuiabá) e foi denunciado pela própria esposa e pela filha dele, mãe das vítimas.

Os abusos aconteceriam quando o avô ficava sozinho com as crianças e também durante a noite, quando todos na casa dormiam. Porém, durante as investigações o homem fugiu e acabou não sendo preso.

Via O Livre

Continue lendo

Brasil

Acidente com ônibus da banda Aviões do Forró deixa uma pessoa morta

A vítima ainda não foi identificada

Publicados

em

Um acidente entre uma moto e um ônibus da banda Aviões do Forró deixou uma pessoa morta na tarde desse domingo, 23. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um homem de 78 anos estava pilotando a motocicleta e provocou o acidente quando bateu na lateral do ônibus, não obedecendo a preferência da via. O piloto da moto morreu.

O acidente ocorreu no km 17 da BR-412, na Paraíba, por volta das 14h15min, no trevo que dá acesso à cidade de Boa Vista. Até o fechamento desta edição, a vítima não havia sido identificada.

Não há informação sobre quem estava no ônibus. Comandada por Xand Aviões, banda Aviões do Forró estava a caminho de Campina Grande, na Paraíba, onde tinha show agendado.

Via O POVO

Continue lendo
Publicidade