Siga-nos nas redes sociais

Brasil

Mulher imobiliza bandido com chave de braço “por favor, parar, vai quebrar meu braço”; Assista

Um ladrão suspeito gritou de dor depois que sua vítima o pegou em uma barra de braço e ameaçou quebrar seu membro

O suposto ladrão foi filmado contorcendo-se no chão enquanto lutava para sair da trava que havia sido colocada sobre ele pela estudante de jiu-jitsu Sabrina Leite, de 22 anos.

Ela não deixou ir depois de conseguir levá-lo ao chão no bairro de Jorge Teixeira, em Manaus, capital do Amazonas.

A jovem Sabrina Leite estava na frente de sua casa quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram dela, de acordo com a mídia local. Um homem sem nome, de 18 anos, pulou da moto e exigiu que ela lhe desse seu smartphone.

Ms Leite tinha outros planos e se recusou a entregar seu gadget e depois perseguiu o homem depois que ele ficou com medo e começou a correr. Ela finalmente alcançou ele.

Sabrina disse: “Eu podia sentir que eles não tinham nada (armas), eles só chegaram assustados dizendo “passe o telefone”. Eu vi que eles não tinham nada e é por isso que eu reagi. Se eles estivessem armados eu nunca teria reagido.”

Ela acrescentou: “Ele estava fugindo. Meu vizinho foi atrás dele no carro e chegou até ele. Então corri e imobilizei-o com um dorminhoco, deitei no chão e coloquei-o numa fechadura de braço.”

A jovem permaneceu humilde após o incidente e disse que ela foi capaz de realizar o bloqueio de braço porque ela tinha praticado muito. Ela disse: “É tudo uma questão de técnica. Eu treino há quatro anos, ainda sou faixa branca. Ranking e cintos não importam para mim.”

Leite passou 20 minutos no chão com o suspeito até que a polícia chegou e prendeu-o por tentativa de assalto.

A polícia ainda está procurando por um segundo suspeito que fugiu do local.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.