Siga-nos nas redes sociais

Mundo

Mulher encontrada morta e cercada por 140 cobras e uma píton no pescoço

Os médicos tentaram tomar medidas para salvar a vida dela, mas não tiveram sucesso.

Uma mulher foi encontrada morta rodeada por 140 cobras e uma píton enrolada no pescoço. A serpente era uma cobra píton reticulada, nativa do sudeste asiático e considerada a mais longa do mundo, relata o Mercury News.

O escritório do condado de Benton em Oxford, Indiana, recebeu uma chamada 911 na quarta-feira à noite após Laura Hurst, de 36 anos, não ter respondido às chamadas.

A polícia diz que havia 140 cobras na propriedade e aproximadamente 20 delas pertenciam à Hurst. De acordo com a polícia, Hurst freqüentou a propriedade “aproximadamente duas vezes por semana”, que era propriedade do Xerife do Condado de Benton, Arkansas, EUA, Donald Munson, de acordo com registros.

Munson afirmou que a morte de Hurst foi um “acidente trágico” e que ele está “sendo totalmente cooperativo com todos”. O sargento da polícia estadual de Indiana, Kim Riley, disse à CNN que Hurst estava “aparentemente lá verificando suas cobras”. Por alguma razão, ele removeu a cobra e pode ter causado a morte da mulher. A autópsia revelará a causa oficial da morte.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.