Siga-nos nas redes sociais

Mundo

Mulher ateia fogo a igreja e escreve “satanás vive” na porta do templo

Uma mulher causou pelo menos US$ 600 mil (mais de R$ 2,3 milhões na cotação atual do dólar) em prejuízos na última sexta-feira, 29 de março, após incendiar dois edifícios de um templo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Publicados

em

Jillian Nicole Robinson, 18 anos, foi presa por suspeita de incêndio culposo, crime de segundo grau, e roubo, um crime de terceiro grau. Ela também está sob investigação por danos criminais e posse de ferramentas roubadas, ambas as contravenções da classe B segundo a legislação do estado de Utah (EUA).

O incidente ocorreu por volta de 01h50 da madrugada. Oficiais do Departamento de Polícia da cidade de Orem responderam aos relatos de um incêndio dentro de um prédio da igreja mórmon, de acordo com informações do portal Daily Herald.

“Eles entraram e viram vários [focos de] incêndio espalhados pela igreja”, publicou o departamento no Facebook. “Eles foram capazes de apagar as chamas com um extintor de incêndio que um dos policiais tinha em seu carro de patrulha”, acrescentou o texto.

Duas portas de vidro foram quebradas no lado norte e sudoeste do edifício, e o painel de controle eletrônico da porta também foi danificado. Além disso, a suspeita teria entalhado portas de madeira com a frase “satanás vive”.

“Uma vez lá dentro, você não precisava ser detetive ou investigador de incêndios para dizer que esses incêndios foram intencionalmente feitos por alguém”, informou a nota da Polícia.

Enquanto investigavam o incêndio, outros policiais realizaram patrulhas extras em volta das igrejas próximas, já que se acreditava que o incidente era um incêndio criminoso. Durante as buscas, um oficial notou uma pessoa suspeita perto de um prédio da igreja. Outros policiais chegaram e estabeleceram um perímetro ao redor do prédio enquanto tentavam render a pessoa.

Os policiais relataram que também sentiram um “cheiro forte de gasolina ao redor da área do lado norte da igreja, especialmente ao redor da porta com a escrita e as janelas adjacentes a essa porta”.

“Jillian Nicole tinha em sua posse uma garrafa que cheirava a gás, um isqueiro e fósforos”, informou a polícia. “Mais tarde, foi relatado que ela também tinha um marcador [que teria sido usado para entalhar a frase sobre satanás], uma chave de fenda e uma broca com brocas”.

Oficiais também apreenderam um carro no estacionamento da igreja, que teria sido usado pela suspeita para chegar aos edifícios da igreja, Jillian Nicole negou qualquer envolvimento no incêndio criminoso, mas depois escreveu um testemunho afirmando que ela agiu sozinha.

“Eu estava com raiva e tudo que eu queria fazer era acender uma pequena fogueira e sair do controle. Fugi da cena e não olhei para trás”, ela teria escrito no comunicado. “Eu senti vontade de brincar com fogo por causa da minha vida louca em casa, isso não foi um crime de ódio”, defendeu-se. Ela está presa na cadeia do condado de Utah com uma fiança de US$ 20 mil.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Distraída com o celular, jovem é atropelada por um táxi no meio da rua; Veja o vídeo

Esse é apenas mais um caso onde uma pessoa distraída com celular sobre um acidente

Publicados

em

As pessoas são repetidamente lembradas do possível resultado perigoso de usar telefones celulares enquanto estiver dirigindo, andando ou em lugares lotados. Apesar desses repetidos lembretes, ainda há outros que escolhem fazer o que querem e contornar essas normas.

Bem, essa mulher certamente aprendeu a lição da maneira mais difícil depois de ter sido acidentalmente atropelada por um táxi enquanto usava o telefone ao atravessar uma rua em Singapura, na Ásia.

De acordo com o post do Facebook na página SG Road Vigilante, o incidente aconteceu na sexta-feira, 5 de abril, ao longo da Lavender Street, perto da Kempas Road.

Do vídeo, pode-se ver que a senhora está atravessando a rua enquanto fala ao telefone. Como ela tem toda a sua atenção em seu telefone, ela não percebeu que um táxi estava vindo de trás, o carro bateu nela e bateu no chão.

De acordo com WhenInManila, o táxi parou depois de bater nela e o motorista saiu para ajudá-la. Parecia que a dama podia se levantar e o motorista a ajudou a chegar à calçada próxima.

Foi uma coisa boa que não houve feridos graves infligidos à mulher. Só podemos imaginar o trauma que ela deve ter sofrido após o acidente. Com certeza é um abridor de olhos para ela, bem como uma experiência de aprendizagem que ela não iria querer repetir nunca mais.

Enquanto isso, o vídeo gerou muitos comentários nas mídias sociais. As pessoas estão pedindo aos pedestres que sejam mais cuidadosos nas ruas e, mais uma vez, lembraram de não usar celulares.

Você pode assistir a cenas de dashcam do incidente abaixo:

Continue lendo

Mundo

Menina de 10 anos dá a luz a um menino, e revelação sobre paternidade choca a todos

O caso que vamos contar hoje envolve uma criança que terá que cuidar de outra criança; entenda!

Publicados

em

Ser mãe nos dias de hoje não é uma tarefa fácil, isso porque demanda muito tempo e dedicação, para criar uma criança recém nascida, a mãe precisa largar todas a suas tarefas que predominam o seu dia-a-dia, para se dedicar a vida de um novo ser, esse novo ser ainda não sabe se alimentar, andar, trocar de roupa, e etc. A mãe terá que cumprir com o seu dever e criar o bebê da melhor maneira possível.

Uma garota de apenas 10 anos de idade, que não teve seu nome revelado, deu a luz a um menino, por ter apenas 10 anos, o parto aconteceu tendo que ser realizado uma cesariana na menina, o fato ocorreu no país da Colômbia, mãe e filho passam bem.

Logo após o parto, os médicos que realizaram todo o procedimento na menina resolveram falar sobre o caso, eles disseram que existe uma triste história por trás da gestação da garota, hoje ela passa bem depois de seu filho ter nascido, mas quem a engravidou foi seu próprio irmão. Camilo Diaz diretor do hospital confirmou que aparentemente a garota ficou grávida de um membro de sua própria família e que possivelmente era seu irmão mais velho.

Após saberem de tudo os pais do menino não quiseram prestar queixas na polícia contra o próprio filho, mas mesmo negando prestar queixas, a polícia irá investigar o caso.

Até então não foi informado se a menina permanece na guarda dos seu pais/avós. Ou se ela possivelmente podeira estar na guarda do conselho tutelar, ou até mesmo de outras pessoas da família.

Continue lendo

Mundo

Homem confessa ter esfaqueado, desmembrando e dissolvido corpos em ácido no porão de casa

Os investigadores também descobriram facas e um machado coberto de sangue e tecido humano

Publicados

em

Um homem confessou culpado de esfaquear duas pessoas até a morte, incluindo uma adolescente, desmembrando seus corpos e depois dissolvido em banheiras cheias de ácido no porão de uma casa. Tudo aconteceu em Missoula, cidade localizada no estado americano de Montana.

O pedido para o homem confessar Augustus Standingrock era parte de um acordo com os promotores, que recomendariam que o homem de 26 anos fosse sentenciado à prisão perpétua com a possibilidade de liberdade condicional. Ele se declarou culpado de homicídio nas mortes no ano passado de Marilyn Pickett, 15, e Jackson Wiles, 24.

Os promotores disseram que Standingrock acreditava que Wiles havia abusado sexualmente de uma jovem próxima a ele.

Os dois foram mortos na casa da co-acusada Tiffanie Pierce, que ainda enfrenta acusações de homicídio deliberado. Ela se declarou inocente e está prevista para julgamento em maio.

Durante a audiência de sexta-feira, Standingrock disse ao juiz distrital James Wheelis que ele esfaqueou Wiles e que Pierce matou Pickett, informou o jornal Missoulian .

O juiz perguntou se Pickett estava livre para escapar da casa. “Ela tentou”, respondeu Standingrock. Ele disse que entregou a faca a Pierce e não a impediu quando ela atacou o adolescente.

O colega de quarto de Pierce disse à polícia que ele foi acordado pelos gritos de uma mulher em agosto de 2017, de acordo com registros do tribunal. Ele disse que encontrou Pierce e Standingrock no banheiro lavando o sangue e que Pierce disse a ele que havia uma mulher morta no porão.

Pierce disse mais tarde a seu companheiro de quarto, que Standingrock trouxe algumas pessoas e que ele as levou para o porão e atacou uma enquanto Pierce atacou a outra, disse a colega de quarto aos investigadores.

“Eles desmembraram os corpos e dissolveram em banheiras cheias de produtos químicos que ela comprou”, disseram os promotores.

Autoridades disseram que o legista precisava de registros dentários e DNA para identificar os corpos.

A advogada do Condado de Missoula, Kirsten Pabst, disse anteriormente que não buscaria a pena de morte.

Continue lendo

Mundo

Por não ter dinheiro para pagar dividas, homem se esfaqueia até a morte enquanto tudo é filmado; Assista

Embora a vida seja bela para muitas pessoas, há aqueles que vêem isso apenas como uma cadeia de eventos infelizes

Publicados

em

De acordo com a informação publicada no NotimexPR, o homem havia recebido várias ameaças por não pagar uma dívida e antes de cair nas mãos daqueles que o acusaram, decidiu acabar com sua vida.

AnonymusSinCensura publicou no Twitter um vídeo em que um sujeito é filmado com suas calças para baixo enquanto se apunhala vária vezes.

De acordo com o que foi publicado no relato acima mencionado, o evento aconteceu em El Salvador; no entanto, mais detalhes são desconhecidos.

No clipe de apenas alguns segundos você ouve as pessoas gritando para o homem não esfaquear a si mesmo, mas ele ignorou os pedidos e continuou.

Além disso, observa-se como alguém tenta remover a faca, mas falha e, após alguns instantes, o homem não resiste e morre.

CLIQUE AQUI PARA VER O VÌDEO

Infelizmente, este não é o único caso em que uma pessoa decide acabar com sua vida tragicamente, como um mês atrás foi lançado um par de avós também se suicidou, mas o que mudou a Internet é que ela eles fizeram ‘para não ser um fardo para suas famílias’.

Segundo relatos, os já falecidos foram identificados como José Aedo, 94, e Blanca Saz, 86 anos, que viviam em uma pequena casa no Chile e cujos vizinhos disseram que nunca tiveram um histórico de violência familiar, pois eram muito calmos.

Continue lendo

Mundo

Menina de 3 anos brinca de veterinária com cobra gigantesca de 4,5 metros

A indonésia Mahani, de apenas 3 anos, é filha de um cuidador de animais exóticos e cresceu cercada de répteis. ‘Eles confiam nela’, afirmou o pai

Publicados

em

A pequena indonésia Maharani, de apenas 3 anos. não é uma criança comum: ela dispensou as bonecas e os bichos de pelúcia para brincar de veterinária com uma píton gigantesca de 4,5 metros!

O amor (e a coragem) que a menina demonstra ao lidar com um animal tão perigoso foi herdado da família. O pai de Maharani trabalha como cuidador de animais exóticos e a garota vive cercada de répteis desde que nasceu.

“Eu entendo a preocupação que as pessoas sentem ao ver essas imagens”, afirmou o pai ao tabloide britânico Daily Mail.

“Algumas vezes eu também fico assustado, mas ao ver a interação dela com os animais, essa preocupação vai embora”.

Ver a menina brincando com algum bicho não é uma cena tão incomum na casa, na verdade já faz parte da rotina da família.

“Na primeira vez que ela brincou com animais selvagens, eu assisti de perto e dei instruções”, disse o pai.

“Mas agora ela já sabe o que fazer e entendo o que não pode fazer”

O homem acredita que a filha possuí um talento especial para a profissão.

“Mahani lida de um jeito diferente com os animais, eles sempre fazem o que ela quer. Sinceramente, eu não tenho medo nenhum, eu confio nela e os animais também”, concluiu o pai orgulhoso.

Continue lendo

Recomendamos

Publicidade