conecte-se conosco

Mundo

Menino de 6 anos fica em risco de vida e desfigurado após ataque do cão “adorável” da família

O ataque de fúria inexplicável do animal aconteceu quando a mãe estava a trabalhar

Publicados

em

Menino de 6 anos fica em risco de vida e desfigurado após ataque do cão "adorável" da família

Uma criança de 6 anos sobreviveu por muito pouco ao violento ataque do cão da família, ocorrido em casa, no estado norte-americano do Michigan, quando a mãe estava fora, a trabalhar, e a criança foi deixada com o animal sem supervisão.

O pequeno Camdon Bozell foi vítima de um ataque de fúria inexplicável de ‘Chaos’, o cão da família, outrora descrito como “adorável” e que estava habituado a lidar diariamente com a criança. O cão mordeu o menino várias vezes na cabeça, cara, pescoço e braços; falhou por muito pouco a garganta de Camdon.

O ataque aconteceu quando a criança brincava com ‘Chaos’, na casa de banho, e os gritos do rapaz alertaram um familiar que estaria em outra  divisão.

Os paramédicos contam, segundo o Mirror, que “foi a pior coisa que alguma vez” viram. Camdon sobreviveu, teve que ser sujeito a uma reconstrução facial e outras cirurgias plásticas, mas ficará para sempre desfigurado pelas cicatrizes do inesperado ataque do cão.

Tristin, de 29 anos, a mãe do menino, assume que é culpada, porque deixou a criança com o cão na mesma divisão sem supervisão de um adulto e espera que o seu caso alerte outros pais com animais em casa, para que não deixem as crianças sozinhas com os mesmos.

“Se o cão tivesse mordido o meu filho cinco centímetros mais acima na garganta, o Camdon estava morto. Foi o pior dia da minha vida. Nunca Vamos saber porque é que o Chaos o atacou. As cicatrizes não importam para o Camdon, mas os olhares indiscretos sim, pior ainda quando perguntam o que aconteceu. O trauma nunca acaba mesmo.”, alerta a jovem mãe.

O cão da família, devido ao trágico episódio, acabou por ter que ser abatido.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *