conecte-se conosco

Brasil

Menina levada ao médico em carrinho de mão por falta de veículo morre após falência nos rins

A pequena Maria Eduarda, de 9 anos, que foi filmada pela mãe sendo levada em um carrinho de mão

Publicados

em

Menina levada ao médico em carrinho de mão por falta de veículo morre após falência nos rins

Há um mês por falta de carro da prefeitura, Maria Eduarda foi levada para atendimento médico em um carrinho de mão, nesta quinta (13) ela morreu por falência nos rins.

A pequena Maria Eduarda, de 9 anos, que foi filmada pela mãe sendo levada em um carrinho de mão para atendimento médico, há cerca de um mês, morreu nesta quinta-feira (13). O caso aconteceu em Januária, no Norte de Minas Gerais. A menina tinha síndrome nefrótica, uma doença crônica que compromete os rins.

Maria Eduarda ficou conhecida depois que os pais dela a levaram ao hospital por meio de um carrinho de mão com um cobertor, um travesseiro e uma toalha para cobrir o rosto dela do sol. A mãe filmou o ocorrido e o caso dela se tornou conhecido.

Na época, os pais não conseguiram um carro da prefeitura para levar a menina ao hospital, mas de acordo com a família, nos últimos meses, o carro era disponibilizado para o tratamento da criança e não faltou socorro para levá-la a Montes Claros no último fim de semana.

De acordo com informações de familiares, ela passou mal no fim de semana com insuficiência renal e muitas dores no peito. Ela foi hospitalizada em Januária, no entanto, por causa da gravidade do caso, a criança precisou ser transferida para o Hospital da Santa Casa de Montes Claros, na mesma região. Maria Eduarda foi internada no domingo (9) e faria hemodiálise, mas não resistiu e morreu.

A menina morava na zona rural de Januária onde foi internada e tinham mais seis irmãos. O enterro ocorreu, na manhã desta sexta-feira (14) na cidade. A reportagem tentou contato com a mãe da criança, mas as ligações não foram atendidas.

O Tempo

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *