conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Mceara.com

Policia

Mais duas mulheres são mortas no Ceará no fim de semana; no ano, já são 187

As duas mulheres foram assassinadas neste fim de semana no interior cearense

Duas mulheres foram mortas neste fim de semana no Ceará, fato que elevou para 32 o número de crimes do gênero neste mês de junho de 2020. No ano, já foram registrados 187 assassinatos de mulheres no estado. Os dois homicídios aconteceram no intervalo de menos de 12 horas e ambos ocorreram no Interior.

O primeiro crime ocorreu na madrugada do último sábado (27) na cidade de Tamboril (a 282Km de Fortaleza), tendo como vítima uma jovem de 19 anos. Diélica Teixeira Veras morava no bairro Vila Esperança e, quando chegava em casa , foi surpreendida por um homem encapuzado e morta com vários tiros de pistola, disparados à queima-roupa.

Propaganda. Role para continuar lendo.

O assassino fugiu do local do crime. Diélica chegou a ser socorrida para o Hospital Municipal de Tamboril, mas acabou morrendo. De acordo com a Polícia, a jovem não tinha nenhum envolvimento com crimes nem possuía antecedentes criminais. No entanto, era irmã de um adolescente com passagens pela Polícia, o que pode ter motivado uma retaliação.

Outro crime

Já na cidade de Mauriti, no Sul do estado (a 507Km de Fortaleza), uma mulher de 28 anos acabou sendo morta a golpes de faca dentro de casa, na manhã de sábado (27), ao reagir a uma tentativa de estupro praticada pelo próprio padrasto.

Conforme as autoridades, Roberta Oliveira Barbosa foi atingida com golpes de faca na garganta. Após a fuga do criminoso, ela foi socorrida. Chegou a ser levada para o Hospital Municipal de Mauriti e entubada para ser transferida para o Hospital regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, mas acabou morrendo na ambulância antes mesmo do começo da viagem.

Horas após o crime, o acusado foi capturado pela Polícia Militar e levado para a delegacia de Polícia, onde foi autuado pelo crime de feminicídio.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Via Jornalista Fernando Ribeiro

Propaganda. Role para continuar lendo.
Propaganda