fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Brasil

Mãe mandou matar PM após ver vídeo íntimo dele com a filha, diz Polícia Civil

Larrisa (à esquerda), Jaciane e o cabo Elias Matias Ribeiro em Araraquara

Publicados

em

O cabo da Polícia Militar de Araraquara (SP) Elias Matias Ribeiro, de 49 anos, foi morto pela namorada, a filha mais velha e o tio dela, segundo o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Fernando Bravo. Segundo ele, o crime teve motivação passional, após a mãe ver um vídeo íntimo entre o namorado e a filha mais nova dela, de 20 anos.

Jaciane Maria, de 40 anos, e Larissa Marques, de 22, foram presas na tarde desta terça-feira e confessaram o crime. Elas ainda não apresentaram advogado de defesa. O tio está foragido.

Relação com mãe e filha

A mãe disse ao delegado que teve a ajuda de um tio para matar o cabo, com quem se relacionava há 4 meses.

Na noite de segunda-feira (3), ela convidou o namorado para a sua casa e, após ele dormir, o tio entrou na sua casa e deu a marretada que matou o PM.

“O motivo foi passional. Elas foram apresentadas na DIG e confessaram o crime. A mãe esclareceu que namorava a vítima há 5 meses e, durante o relacionamento, ele passou a namorar a filha mais nova. Ela viu um vídeo sexual dos dois e combinou com o tio de matar a vítima”, afirmou Bravo.

Com a ajuda a filha mais velha, eles colocaram o corpo no carro do próprio policial, junto com o colchão ensanguentado e dirigiram até um canavial entre Araraquara e Américo Brasiliense, onde colocaram fogo no veículo.

Na casa do tio, um pedreiro de 54 anos, a polícia encontrou a marreta usada no crime. Ele ainda não foi localizado.

As duas mulheres tiveram a prisão preventiva pedida pela polícia e aguardam posicionamento da Justiça.

Elas serão indiciadas por homicídio qualificado, por motivo fútil, recurso que impediu a defesa da vítima, além da destruição do corpo.

Corpo carbonizado

O carro do policial, um SUV Tucson, foi encontrado em chamas por volta das 3h desta terça em um canavial próximo à vicinal de acesso à Rodovia Antônio Machado Santana (SP-255), entre Américo Brasiliense e Araraquara.

O corpo carbonizado foi encontrado dentro do carro incendiado e, por conta do estado, a polícia pediu exame da arcada dentária.

Segundo o comandante da PM de Araraquara, tenente-coronel Adalberto José Ferreira, o corpo estava no banco de trás do veículo, junto com um colchão e o colete à prova de balas. No banco da frente, foram encontrados a arma, algemas, e carregadores.

O cabo trabalhava no 13º batalhão em Araraquara. Ele era motorista do comandante e estava há um mês de ir para a reserva. Ainda não há previsão para velório e enterro.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Ex-limão com mel, Batista Lima sofre acidente de carro com esposa

Carro caiu de ribanceira

Publicados

em

O cantor de forró Batista Lima, ex-vocalista da banda Limão com Mel, sofreu um acidente de carro nesta segunda-feira (17), durante ida para Caruaru (PE). “Um susto e um livramento de Deus”, definiu o cantor em vídeo. Quem dirigia o veículo durante o ocorrido era a esposa do forrozeiro.

Duante tráfego de Salgueiro para Caruaru, pela BR-232, com chuvas, um motorista que estava na frente do carro do cantor com a esposa fez uma ultrapassagem de forma brusca e retornou para a via onde trafegava o carro Batista.

O veículo acabou batendo na lateral do carro de Batista Lima e o carro desceu uma ribanceira. “O carro voo. Descemos o meio fio. Não tinha árvores, só galhos”, detalha o cantor.

Batista conta ainda que os airbags do veículo foram acionados. Braços doloridos e alguns arranhões ficaram no corpo do cantor. Ele chegou a ser atendido na cidade de Custódia (PE). Apesar do susto, o casal está bem.

Via DN

Continue lendo

Brasil

Detento é flagrado com celular ‘gigante’ escondido no ânus em Unidade Prisional

O fato bizarro deixou até os policias que estavam no local impressionados

Publicados

em

É isso mesmo que você leu no título desta postagem: um detento da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), localizada no bairro do Puraquequara, na Zona Leste de Manaus, foi flagrado nesta sexta-feira com um baita dum celular metido no ânus.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) não informou o nome do presidiário. Informou apenas que a apreensão ocorreu durante a transferência de presos entre pavilhões.

O presidiário foi submetido a raio-x e scanner corporal, conhecido como “body scan”, que identificou o objeto.

O telefone celular foi encaminhado ao 29° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Zona Leste e passará, na UPP, por procedimentos administrativos.

Via Portal do Zacarias

Continue lendo

Brasil

Policial militar mata marido e diz que atirou para se defender de agressões

Ela disse que assassinou o companheiro depois de ele agredi-la. Caso aconteceu na madrugada deste domingo, no Pará

Publicados

em

A policial militar Alanna Patrícia da Cruz Barros, 29 anos, é investigada pela morte do seu marido, Thiago Valdiney Bezerra Dias, de 30 anos. Ele foi morto a tiros na madrugada deste domingo, 16, por volta de 4h30min. A informação é do portal O Liberal.

Ela informou em seu depoimento que agiu em legítima defesa, ao reagir a agressões que ela cometeu, segundo informou a policial. A informação é do portal G1. Ela vai responder em liberdade.

O crime ocorreu, em Ananindeua, na Grande Belém, no Pará. Ele chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu.

Depois do assassinato, a policial Alanna, lotada no 2° Batalhão da PM, se apresentou voluntariamente à Polícia e foi encaminhada à Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil, que investiga o episódio. A arma utilizada foi apreendida, no qual deverá passar por análises da perícia. A Corregedoria-Geral da Polícia Militar vai instaurar procedimento administrativo.

Os dois eram casados há mais de 12 anos. O casal tem uma filha de 10 anos, seguindo informação do portal O Liberal, do Pará.

Via O POVO

Continue lendo

Brasil

Menino comove internautas após ser assaltado enquanto trabalhava vendendo doces na rua

A mãe de Lucas está grávida e já tem outros quatro filhos contando com ele. Segundo ela, a própria criança quis trabalhar para ajudar a família

Publicados

em

Um menino de 11 anos, identificado como Lucas, emocionou internautas nesta semana após ser assaltado no último domingo (09), na pracinha do bairro Itararé, em Vitória. A criança trabalhava vendendo doces na rua para ajudar a família e teve todo o produto e o dinheiro roubados.

Segundo Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, ele chegou em casa muito sujo, dizendo que havia tropeçado, e por isso, todos os produtos teriam caído e estragado na chuva. A família só descobriu a verdade alguns dias depois.

Para Rafaela, ver o filho passar por essa situação é difícil. “Eu não deixava ele ir para rua por conta da violência. Mas, ele começou a trabalhar e pegou o gosto por isso. Eu fiquei constrangida porque não dá para acreditar que uma criança sai de casa para fazer um dinheirinho, e uma pessoa chegar e fazer uma maldade dessa. Fiquei muito preocupada”, contou.

O caso revoltou familiares e voluntários que decidiram criar o Projeto Juntos Somos 1, nas redes sociais. A partir disso, a história de Lucas ganhou os internautas e o menino já recebe ajuda de todas as partes do Brasil.

Solidariedade

A responsável pela repercussão do caso foi Aline Silva. A jovem conheceu o garoto quando voltava do supermercado e foi abordada por ele, pedindo comida. Depois de conhecer a criança, ela decidiu ajudar a família.

“Naquele dia eu ofereci dois pacotes de biscoito. Percebi que fiz tão pouco e ele ficou tão feliz que a situação não saiu mais da minha cabeça e comecei a ajudar. No dia seguinte, eu já havia conseguido doação de cesta básica”, explicou.

Aline conheceu Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, e os irmãos. A mulher está grávida de sete meses e a família vive de favor em uma casa simples, após ter tido a casa atingida pelas fortes chuvas na Grande Vitória. Por conta disto, Lucas decidiu vender doces na rua para ajudar em casa.

Por acaso, após o crime, Lucas foi pedir ajuda na lanchonete de uma amiga de Aline, que o reconheceu e avisou a jovem, que em seguida, contou tudo para a família. Foi a partir disso que a foto do menino chorando foi publicada. “A página já tem mais de 15 mil seguidores, vários famosos nos procuram querendo fazer algo por eles e a vaquinha criada para ajudar a família ultrapassou o objetivo de 15 mil”, disse Aline.

Todo o caso é compartilhado no Instagram @juntossomos1_, onde acontece contato para doações. Além disso, Aline mostra a vida da família e dá atualizações sobre o menino Lucas.

Continue lendo

Brasil

Com depressão, jovem tira a própria vida durante transmissão ao vivo no Facebook

O vídeo logo ganhou as redes sociais, deixando internautas perplexos e ao mesmo tempo consternados pela decisão tomada pelo jovem Paulo Henrique

Publicados

em

Na tarde deste Domingo (16), um jovem identificado como Paulo Henrique Fontinelle (19 anos), chocou a todos, quando lamentavelmente, cometeu suicídio, e ainda fazendo uma live pelo facebook no momento exato que deu cabo a própria vida. O triste episódio aconteceu no povoado Olho D’água dos Martins, de Imperatriz-MA.

As informações colhidas pela nossa edição é que no local do trágico acontecimento, familiares estão desesperados sem saber o que motivou o jovem a tomar essa terrível decisão. Muita gente está no local. Não é diferente nas redes sociais (facebook, whatsapp), os amigos estão enviando mensagens de conforto e demonstração de dor ao receber a notícia.

Pelo vídeo gravado pela vítima, o jovem está trancado no seu quarto, com uma revólver na mão, amigos pelo vídeo tentam impedir a ação de Paulo, mas mesmo relutando, o jovem se ajoelha, dá um grito e lamentavelmente, puxa o gatilho, tirando a própria vida.

Aparentemente, mais um caso de depressão, um jovem que tinha um grande futuro pela frente, decide interromper precocemente a sua vida. Deixamos os nossos mais sinceros votos de solidariedade e consternação a toda família e amigos.

Continue lendo
Publicidade