Siga-nos nas redes sociais

Brasil

Justiça manda soltar mais de mil criminosos em SC por causa do coronavírus

Decisões são para internos que estão em grupos de risco, como idosos ou portadores de doenças crônicas, e aqueles perto de progredir para o regime aberto

Mceara 2020 03 22 21.53.30 01

Em Santa Catarina, 1.077 detentos do sistema prisional foram soltos no sábado (21) por determinação judicial em função da pandemia do novo coronavírus, informou a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP). O estado decretou situação de emergência no último dia 17 por causa da Covid-19 e, até a manhã deste domingo (22), contabilizava 57 casos da doença.

A decisão do Poder Judiciário vale para os presos que estão em grupos mais vulneráveis à doença, como idosos e portadores de doenças como diabetes, câncer e HIV, e aqueles internos que já estão perto de progredir para o regime aberto.

As visitas a detentos já estavam suspensas desde que o decreto entrou em vigor, mas como os presos ainda têm contato com advogados e agentes prisionais, existe o risco de contaminação.

Em Itajaí, no Vale, 128 presos foram beneficiados com a medida judicial no sábado. Uma parte deles seria colocada em liberdade até 30 de junho e teve a saída antecipada. A quantidade de detentos libertados nas demais unidades prisionais ainda não foi informada pela SAP.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *