Feriadão sangrento no Ceará deixa 40 mortos em assassinatos, acidentes e afogamentos - Mceara.com
Siga-nos nas redes sociais

Policia

Feriadão sangrento no Ceará deixa 40 mortos em assassinatos, acidentes e afogamentos

No Bom Jardim, duas pessoas foram assassinadas durante o feriadão da Semana Santa

O feriadão da Semana Santa terminou trágico no Ceará com, ao menos, 40 mortes violentas em todo o estado. Balanço parcial registrado nesta segunda-feira (22) aponta que 23 pessoas foram vítimas de assassinatos, nove morreram em acidentes de trânsito e outras oito em conseqüência de afogamento.

A Região que apresentou o maior número de óbito de causas violentas foi o Interior Sul, com quatro homicídios, quatro acidentes fatais e quatro afogamentos, totalizando 12 mortos. No Interior Norte foram 11 mortos em cinco assassinatos, quatro acidentes e dois casos de afogados. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), ocorreram nove homicídios e um acidente fatal. Na Capital, foram cinco assassinatos e dois afogamentos.

Homicídios

Em Fortaleza, cinco pessoas foram assassinadas nos bairros Bom Jardim (2 casos), Conjunto Ceará, Vicente Pinzón e Caça e Pesca.

Na Região Metropolitana de Fortaleza, foram nove homicídios em Caucaia (5 crimes) e Maracanaú (3) e Pacajus.

No Interior Norte, cinco pessoas foram assassinadas nos seguintes Municípios: Itapajé, Sobral, Barroquinha, Trairi e Redenção.

No Interior Sul, quatro homicídios foram registrados em Juazeiro do Norte, Banabuiú, Tarrafas e Saboeiro.

Acidentes de trânsito

Nove pessoas morreram em acidentes de trânsito nos seguintes Municípios cearenses: Maracanaú, Santana do Acaraú, Brejo Santo, Catarina, Beberibe, Paracuru, Jucás, Tamboril e Parambu.

Afogamentos

Foram oito pessoas que perderam a vida afogadas em rios, açudes e cachoeiras nos Municípios a seguir: Fortaleza (dois casos do Rio Maranguapinho), Sobral (açude em Aracatiaçu), Alto Santo (açude do Sítio Ipanema), Jaguaretama ((açude do Sítio Alegre), Jaguaruana (no Rio Serafim) e Fortim (açude em Guajiru).

Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *