Siga-nos nas redes sociais

Policia

Tragédia em Milagres: ataque a banco termina com 11 mortos; entre as vítimas, cinco reféns de uma mesma família

O comerciante de Serra Talhada (PE), João magalhães, e seu filho Vinícius estão entre os mortos

Publicados

em

Uma tentativa de roubo a banco na cidade de Milagres, na Região do Cariri, Sul do estado (a 494Km de Fortaleza), terminou em tragédia. Informações extra-oficiais dão conta de que, ao menos, 11 pessoas teriam morrido durante o confronto entre a Polícia Militar e a quadrilha. Entre as vítimas, cinco pessoas de uma mesma família, oriunda da cidade de Serra Talhada, em Pernambuco, que teria sido tomada como refém pelos assaltantes.

O ataque ocorreu no começo da madrugada desta sexta-feira (7). O bando armado teria invadido a cidade por volta de 2 horas. Contudo, a Polícia Militar havia recebido informações de Inteligência e estrategicamente montou o cerco aos criminosos.

Na troca de tiros que se estabeleceu durante cerca de 10 minutos, segundo o relato dos moradores do Centro de Milagres, bandidos foram mortos e policiais teriam ficado feridos. Há poucos minutos veio a informação de que entre os mortos estariam os reféns.

A cidade acordou atônita durante a madrugada com o intenso tiroteio. Quando o dia amanheceu, a movimentação policial permanecia intensa. Na porta do Hospital Municipal Nossa Senhora dos Milagres foram estacionados dois rabecões do núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) de Juazeiro do Norte. Por volta de 7 horas, os corpos de quatro pessoas foram retirados do necrotério do hospital e colocados nos veículos da Pefoce.

Identificação

Um familiar dos reféns mortos concedeu entrevista ao radialista Normando Sóracles, do site miséria.com e confirmou que quatro familiares viajavam numa caminhonete modelo Ford Ranger, quando foram atacados pelos criminosos nas proximidades do hospital de Milagres e acabaram sendo mortos, a tiros, em meio à troca de tiros entre PMs e bandidos. Contudo, no hospital de Milagres foram contados cinco mortos, sendo o comerciante e uma mulher e três jovens.

Um dos mortos era o guiador da Ranger, o comerciante pernambucano João Magalhães, 48 anos, dono de uma loja de produtos de informática em Serra Talhada. Com ele estava seu filho, Vinícius, de 13 anos; além de uma cunhada e uma sobrinha. João e o filho haviam ido a Juazeiro do Norte buscar as duas mulheres que desembarcaram de um voo procedente de São Paulo e todos seguiam para Pernambuco. A quinta pessoa morta não foi identificada.

Já em relação aos criminosos mortos, a Polícia não deu informações sobre suas identidades. O Comando Geral da Polícia Militar do Ceará, em Fortaleza, está em contato com as forças policiais em Milagres para se inteirar do fato. O episódio também está sendo acompanhado pelo Palácio da Abolição. O governador Camilo Santana (PT) soube do fato do começo da manhã quando recepcionava nesta Capital o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Raul Jungmamm, que veio ao Ceará inaugurar o Centro Regional de Inteligência.

Até o momento, o governo não se pronunciou sobre o caso.

Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Sargento da PM é preso após balear homem na rodoviária de Camocim, interior do CE

Ainda não há informações precisas sobre o que teria motivado o fato

Publicados

em

Na noite desta quinta-feira (21), um Sargento da Polícia Militar, conhecido como Iranildo, disparou vários tiros em plena Praça da Rodoviária de Camocim.

Um dos tiros acabou acertando o joelho do Fotógrafo Wanderson Lima. Após atirar contra Wanderson, o militar, que estaria alcoolizado, fugiu do local. Antes disso, alguns populares, temendo que ele seguisse disparando contra outras pessoas, conseguiram tomar sua arma.

Policiais Militares prenderam o Sargento alguns momentos depois do crime. O Major Eduardo de Sousa, Comandante da 3ªCIA/3ºBPM, participou pessoalmente da ocorrência.

Wanderson Lima foi levado ao Hospital Deputado Murilo Aguiar, onde recebeu os primeiros socorros. Mesmo fora de perigo, ela será transferido para a Santa Casa de Sobral.

O Sargento também está no mesmo hospital. Ele recebeu uma pancada na cabeça por parte de frequentadores do local, que temiam serem baleadas também.

Matéria do Camocim Online

Continue lendo

Policia

Homem mata amigo com um com tiro na cabeça durante brincadeira, no interior do Ceará

A arma de fogo utilizada, um revolver calibre 32, foi apreendido e o jovem que efetuou o disparo se encontra foragido

Publicados

em

Na noite da última quinta-feira, 21, por volta das 22h, na cidade de Acopiara, ocorreu um homicídio, no bairro Vila Esperança, próximo à capela. A vítima foi identificada como: Francisco Lucas Teodoro de Brito, que morreu no local, após ser atingido por disparo de revólver, calibre 32.

Policiais militares encontraram no local a arma do crime, com capacidade para seis tiros com quatro munições intactas e uma deflagrada.
Segundo uma testemunha, o autor do disparo foi: Antônio Átila de Oliveira Pereira, que pegou a arma que pertencia a Brito, tirou quatro munições e apontou a arma para a vítima, que no momento estava de costas e falou “roleta russa” e efetuou o disparo, que atingiu a vítima na cabeça.

O rabecão do IML de Iguatu compareceu ao local para adoção das medidas cabíveis

Matéria do Acopiara News

Continue lendo

Policia

Polícia desmonta pontos de venda do ‘jogo do bicho’ em Caucaia

Operação cumpriu 22 mandados e levou 20 suspeitos para prestar depoimento

Publicados

em

Uma operação realizada pela Polícia Civil do Ceará cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e desmontou locais onde eram vendidos jogos do bicho na Avenida do Almeida Lustosa, no Bairro Jurema, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Os mandados foram realizados na última quarta (20), mas a divulgação ocorreu apenas nesta sexta-feira (22). 20 suspeitos foram encaminhados à delegacia para prestar depoimento.

Segundo o delegado adjunto da Delegacia Metropolitana de Caucaia, José Lopes, as investigações foram uma continuação de uma outra operação que ocorreu no mesmo bairro em 2018, com o mesmo objetivo.”Tivemos conhecimento que outras casas estavam funcionando na ilegalidade. Aí começamos a operação de forma sigilosa.”, afirmou.

Os mandados foram cumpridos em bancas, lojas e em outros espaços que funcionavam como casas lotéricas clandestinas. Em cada um dos locais, segundo a polícia, havia dois ou três suspeitos, que foram encaminhados à delegacia.

Com eles foram encontrados dinheiro, em real, euro e dólar, além de talões de jogos, celulares, computadores e máquinas de cartão.

Todos os envolvidos prestaram depoimentos e, em seguida, foram liberados. Todos realizaram Termos Circunstanciado de Ocorrência, com base na Lei das Contravenções Penais.

Matéria do DN

Continue lendo
Publicidade