Siga-nos nas redes sociais

Mundo

Menina de 11 anos engravida após ser estuprada de forma brutal pelo namorado da avó de 65 anos

Província onde o estupro ocorreu teve 133 casos de abuso sexual somente em janeiro. 70% deles foram praticados por familiares das vítimas

Publicados

em

Uma menina de 11 anos engravidou na Argentina após ser estuprada pelo namorado da avó, um homem de 65 anos. Segundo denúncia feita pela mãe da garota, publicada nesta quinta-feira (7) pela agência estatal Telam, a menina está no quarto mês de gestação em decorrência do abuso sexual.

A mãe, que tem 36 anos, disse às autoridades da província de Tucumán que os abusos ocorreram quando o homem ficou sozinho com a menina, há quatro meses. Alarmada pelo estado de saúde da filha, a mulher procurou um centro de saúde, que confirmou a gravidez.

A Promotoria Especializada em Crimes contra a Integridade Sexual ordenou a detenção imediata do homem de 65 anos.

A mãe e a filha vivem há seis anos com sua avó materna na comuna rural 7 de Abril, situada no município de Burruyacú, a poucos quilômetros da capital da província. O homem detido é funcionário público da comuna rural onde supostamente ocorreu o estupro

Abuso sexual

O Ministério Público Fiscal afirmou que, dos 133 casos de agressão sexual registrados em Tucumán em janeiro, 70% correspondem a situações familiares.

Esses números indicam que aconteceram pelo menos quatro denúncias diárias apenas nessa província.

“As vítimas de um fato destas caraterísticas devem fazer a denúncia imediatamente”, ressaltou a promotora responsável pelo caso, María del Carmen Reuter.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Homem amputa dedo na Índia após ter votado errado em eleições; Veja o vídeo do homem

Imagina se isso vira moda. 🙊😅 Pawan Kumar se confundiu com os símbolos mostrados na urna eletrônica

Publicados

em

Um indiano, desesperado porque tinha acabado de se enganar e votado no partido errado nas legislativas que ocorrem na Índia, cortou o dedo indicador com uma faca de carne.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais, Pawan Kumar explica que ao votar nesta quinta-feira confundiu os símbolos mostrados na urna eletrônica e votou pelo partido do primeiro-ministro nacionalista, Nerendra Modi, e não no do candidato rival que concorre no estado de Uttar Pradesh (norte).

Desesperado, ele voltou para casa e cortou o dedo indicador com o equipamento de açougueiro.

Apesar de os votos nos colégios eleitorais serem eletrônicos, o indicador de cada eleitor fica marcado com tinta indelével após ter ido às urnas, para que não possa votar mais uma vez.

Em um segundo vídeo você pode ver a faca de carne no chão e Kumar em seguida, segurando a mão dele com um curativo no lugar do dedo amputado.

Continue lendo

Mundo

Menino de 3 anos se afoga na piscina enquanto mãe estava bêbada; Veja o vídeo

A mãe irá responder por negligência, o menino segue hospitalizado em estado grave, entenda o caso

Publicados

em

Um menino de apenas 3 anos está lutando pela vida após ter se afogado em uma piscina. O pequeno estava acompanhado de seu irmão gêmeo e da mãe Apryl Connolly, 36 anos, na piscina do resort Perry Ocenan Edge em Daytona Beach nos Estados Unidos.

Apryl estava vigiando os pequenos enquanto seu marido recolhia as coisas da família. Foi quando os gêmeos entraram na piscina e um dos pequenos se afogou. A mãe, que depois admitiu que estava bêbada e havia fumado maconha, não viu o filho se afogando.

Passaram-se dois minutos até que um funcionário do hotel viu pela câmera de segurança que a criança estava se afogando e alertou os outros funcionários que o retiraram da piscina.

Assim que tiraram a criança, os funcionários realizaram os primeiros socorros e ele voltou a respirar. O pequeno foi hospitalizado no Arnold Palmer Children’s Hospital e seu estado de saúde é gravíssimo. A mãe das crianças irá responder negligência.

As imagens da câmera de segurança mostram o momento em que o pequeno se afogou:

BebêMamãe

Continue lendo

Mundo

Briga de rua termina com homem tendo a orelha arrancada enquanto tudo era filmado; Assista

Hoje começou a circular um vídeo em que um casal de homens protagonizou uma luta feroz sem quaisquer regras, o que não terminou em tragédia; no entanto, ele deixou um dos sujeitos sem um dos seus ouvidos

Publicados

em

Até agora a origem do vídeo não é conhecida; No entanto, alguns internautas apontaram que isso aconteceu no Equador.

A briga ocorreu fora de um local. Dezenas de transeuntes pararam sua rotina para testemunhar o corpo a corpo, inflamando oponentes com palavras como ‘duro, duro, na perna!’ ‘No joelho!’ ‘ Dê a ele! e ‘Uh, está te mordendo, dividiu sua orelha em uma mordida.’

Como você pode ver no vídeo, a luta teria começado depois de tirar as camisas, como é marcado pela lei do bairro. O assunto da faixa branca mordeu nos primeiros segundos para o seu adversário no ouvido, conseguindo quebrá-lo. Ele não sabia que, dessa maneira, estava mostrando ao inimigo como destruí-lo.

Momentos depois, o sujeito de calças pretas aplicou o mesmo ataque, mas conseguiu rasgar a orelha esquerda, que estava no chão e ao lado de um dreno.

O sujeito que registrou a luta, depois de ver que um dos sujeitos se retirou ensanguentado, correu para o local onde o ouvido foi arremessado e, ao vê-lo, riu com nojo e surpresa.

CLIQUE AQUI PARA VER O VÌDEO

Continue lendo

Mundo

Bebê de 14 meses morre depois que a mãe o deixou no carro quente por 6 horas para fumar drogas

Uma mãe da Flórida é acusada de deixar seu filho de 14 meses em um carro quente por pelo menos seis horas enquanto fumava maconha e usava cocaína

Publicados

em

De acordo com a Florida Today, Emily Hartman, 26 anos, é acusada de deixar Richard Wighard sozinho em seu carro em vários casos entre 3 de abril e 4 de abril. Com o filho no carro, ela teria bebido com um amigo em um bar e passou o noite de 3 de abril encontrando várias pessoas. Na manhã seguinte, ela supostamente pegou um pequeno saco de cocaína para vender e entrou em uma casa em North Melbourne – onde fumava maconha enquanto deixava Wighard sem vigilância em seu carro por até seis horas.

Depois de deixar a residência em North Melbourne, Hartman supostamente levou seu filho sem resposta para a Estação de Bombeiros 71 em Melbourne por volta das 13h do dia 4 de abril. Lá, equipes de emergência determinaram que ele estava sofrendo de uma doença relacionada ao calor e o levaram para o hospital.

A WESH informou que Wighard foi levado de helicóptero para um hospital de Orlando, onde morreu dois dias depois.

Citando documentos policiais, o Florida Today informou que Hartman admitiu que o motor do carro estava desligado quando ela deixou seu filho sozinho amarrado em seu assento de carro. WESH notou que o carro estava estacionado ao sol durante aquelas seis horas que Wighard estava no veículo.

WKMG informou que Hartman inicialmente disse à polícia que ela e seu filho tinham ido a uma mercearia e, enquanto se afastava, ela ouviu um ruído borbulhante e testemunhou ele tendo uma convulsão. Não foi até a polícia pressioná-la sobre a questão que ela supostamente admitiu deixar seu filho no veículo .

Hartman foi preso no início desta semana e acusado de homicídio culposo por negligência, porte com intenção de vender cocaína e posse de menos de 20 gramas de maconha. Na quarta-feira, um juiz ordenou que ela permanecesse presa sem fiança.

De acordo com os dados do site No Heat Stroke, Wighart foi o primeiro de dois filhos a morrer este ano em um carro quente. No ano passado, um total de 51 crianças morreram por causas relacionadas a insolação de veículos.

Continue lendo

Mundo

Pelo menos 200 morrem no Sri Lanka em série de atentados no Domingo de Páscoa

Missas e hotéis de luxo foram alvos de homens-bomba; há 405 pessoas feridas

Publicados

em

Uma série de explosões de homens-bomba no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa mataram pelo menos 207 pessoas e feriram outras 405. No oitavo atentado, um homem se detonou e matou três policiais em um prédio no subúrbio do norte da capital, Colombo, segundo a polícia.

Igrejas que celebravam a missa pelo Domingo de Páscoa e hotéis de luxo foram atingidos na capital e em outras duas cidades do país.

Arcebispo de Colombo pede ‘punição sem piedade’ de autores dos ataques

O arcebispo de Colombo pediu ao governo do Sri Lanka que “puna sem piedade” os responsáveis pelos atentados.

“Queria pedir ao governo que faça uma investigação sólida e imparcial para determinar quem é responsável por este ato e também que os puna sem piedade, porque apenas animais podem se comportar assim”, declarou o arcebispo Malcom Ranjit.

Apesar do discurso duro, ele convida a população a “não fazer justiça com as próprias mãos e a manter a paz e a harmonia neste país”.

“Peço também aos que puderem que doem sangue para ajudar os que estão feridos”, acrescentou o cardeal.

Continue lendo

Recomendamos

Publicidade