fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Brasil

Delegado detalha como adolescente esquartejou jovem: ‘desejava matar para ver como é’

Suspeito de 17 anos e ex-namorada foram apreendidos em Araraquara (SP) na segunda-feira (10)

Publicados

em

O jovem de 17 anos que confessou ter esquartejado uma adolescente de 16 anos em Araraquara (SP) disse à Polícia Civil que “desejava matar para ver como é”. Esse foi o principal motivo do crime contra a vítima que foi escolhida ao acaso. O suspeito e a ex-namorada, que ajudou no transporte das partes do corpo, foram apreendidos na segunda-feira (10). Segundo o delegado Fernando Bravo, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), ambos não demonstraram arrependimento.

“Ele contou que a parte do corpo guardada na casa dele era um troféu. Pouco antes de deixar a delegacia, disse que não estava arrependido. A ex-namorada apresentou algum arrependimento na frente da mãe, mas quando ela estava com a gente até dava risada do que estava acontecendo”.

A estudante Yasmin da Silva Nery foi encontrada durante a tarde. Ela estava desaparecida desde domingo (9). A polícia ainda procura por partes do corpo que foram jogadas na rede de esgoto. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) devem auxiliar as buscas nesta terça-feira (11). O horário do velório e do enterro ainda não foram definidos.

Segundo o delegado, familiares da estudante contaram que o último contato dela tinha sido com um adolescente. Ele foi encontrado e apresentado na delegacia na presença do pai.

“Inicialmente ele estava muito nervoso, começou a apresentar versões contraditórias. Saímos com diligências e,chegando na casa onde ele mora com a mãe, ele já começou a nos dizer que realmente ia falar a verdade e acabou por confessar que tinha matado”, disse o delegado.

De acordo com Bravo, o adolescente contou que após o crime cortou o corpo da jovem e espalhou pela cidade. “Conseguimos encontrar uma parte do tronco e um pedaço da perna na casa dele. Cabeça e outros membros estavam em uma represa. E outras partes foram jogadas dentro de uma galeria de esgoto. Estamos trabalhando para recuperar essas partes”.

Ainda segundo o delegado o suspeito confessou que agiu sozinho. “Mas foi apurado depois que ele tinha uma namorada que o auxilou no transporte das partes do corpo e jogou na represa. Ela também foi apreendida e ambos serão apresentados aos Ministério Público nesta manhã”, disse Bravo.

Luta pela vida

Segundo o delego, a escolha da vítima foi um acaso. O adolescente contou que conheceu a estudante em uma festa no sábado (8), ela se mostrou interessada e ele aproveitou a oportunidade.

Antes de matar a garota o suspeito pediu para ela fechar os olhos e imaginar onde ela estaria com ele mais para frente. Ela, apaixonada, atendeu. Foi então que ele deu um golpe por trás conhecido como ‘mata-leão’.

A jovem ainda tentou se defender ao ser estrangulada. Ela conseguiu tirar a faca do suspeito e golpeá-lo no punho, no joelho e na panturrilha.

O adolescente aproveitou o momento que a mãe dele não estava em casa para cometer o crime. “Ele já está querendo matar alguém e viu ali a oportunidade. Marcou encontro no horário que a mãe estava na igreja e atraiu a vítima. Foi premeditado”, disse o delegado.

A jovem foi morta no banheiro. “Ele narrou que cortou o pescoço dela, abriu o chuveiro e esperou drenar todo o sangue, levou em torno de uma hora para depois começar esquartejar”.

Parte do corpo foi encontrada na garagem da casa embaixo de de um carrinho velho de lanches. “Estava em um compartimento enrolado em um edredon. Inicialmente ele falou que seria um troféu. Posteriormente ele falou que, com a investigação, ele tirou debaixo da cama e escondeu ali para jogar em algum lugar”, disse Bravo.

Na casa onde a jovem foi morta os policiais encontraram os tênis, óculos, aparelho celular quebrado e documentos da vítima. Também foram apreendidas duas facas usadas no crime, mochilas e sacolas.

O adolescente foi encaminhado para a Fundação Casa de São Carlos, enquanto a ex-namorada foi levada para a Fundação Casa de Franca.

Desaparecimento

O pai da adolescente, o motorista Waldir Nery, disse que já esperava pelo pior. Ela não ficava duas horas fora de casa, era escola-casa, escola-casa”, afirmou.

Segundo o pai da jovem, Yasmin era ótima filha e ótima aluna e havia ganhando uma bolsa integral este ano para estudar em uma escola particular de Araraquara. A escola suspendeu as atividades na terça-feira.

No domingo, ela saiu de casa dizendo que ia a um show com um amigo, mas a família descobriu que ela estava com um adolescente de 17 anos, suspeito do crime.

“Ela saiu de casa umas 16h30 e as 17h a mãe dela ligou e ela ainda atendeu. Ela disse que tinha ido com um colega que a gente conhece, mas aí a mãe ligou para confirmar e o moleque não estava com ela não, era esse outro, ela mentiu”, contou Nery.

Yasmin e o suspeito haviam se conhecido em um show ao lado do Teatro Municipal, no sábado, segundo o pai.

“Esse show foi fatal, conheceu no sábado, morreu no domingo. Marcou encontro para o domingo para ir ao Sesc, mas com certeza ele fez a cabeça dela para vir para cá [na casa dele].”

O pai disse que chegou a falar com o suposto assassino da filha na noite de domingo e o rapaz disse que tinha estado com Yasmin. “Ele estava diferente, desconversando”, contou.

A conversa foi gravada pelo celular e a gravação foi entregue à polícia.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Detento é flagrado com celular ‘gigante’ escondido no ânus em Unidade Prisional

O fato bizarro deixou até os policias que estavam no local impressionados

Publicados

em

É isso mesmo que você leu no título desta postagem: um detento da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), localizada no bairro do Puraquequara, na Zona Leste de Manaus, foi flagrado nesta sexta-feira com um baita dum celular metido no ânus.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) não informou o nome do presidiário. Informou apenas que a apreensão ocorreu durante a transferência de presos entre pavilhões.

O presidiário foi submetido a raio-x e scanner corporal, conhecido como “body scan”, que identificou o objeto.

O telefone celular foi encaminhado ao 29° Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Zona Leste e passará, na UPP, por procedimentos administrativos.

Via Portal do Zacarias

Continue lendo

Brasil

Policial militar mata marido e diz que atirou para se defender de agressões

Ela disse que assassinou o companheiro depois de ele agredi-la. Caso aconteceu na madrugada deste domingo, no Pará

Publicados

em

A policial militar Alanna Patrícia da Cruz Barros, 29 anos, é investigada pela morte do seu marido, Thiago Valdiney Bezerra Dias, de 30 anos. Ele foi morto a tiros na madrugada deste domingo, 16, por volta de 4h30min. A informação é do portal O Liberal.

Ela informou em seu depoimento que agiu em legítima defesa, ao reagir a agressões que ela cometeu, segundo informou a policial. A informação é do portal G1. Ela vai responder em liberdade.

O crime ocorreu, em Ananindeua, na Grande Belém, no Pará. Ele chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu.

Depois do assassinato, a policial Alanna, lotada no 2° Batalhão da PM, se apresentou voluntariamente à Polícia e foi encaminhada à Divisão de Crimes Funcionais (Decrif) da Polícia Civil, que investiga o episódio. A arma utilizada foi apreendida, no qual deverá passar por análises da perícia. A Corregedoria-Geral da Polícia Militar vai instaurar procedimento administrativo.

Os dois eram casados há mais de 12 anos. O casal tem uma filha de 10 anos, seguindo informação do portal O Liberal, do Pará.

Via O POVO

Continue lendo

Brasil

Menino comove internautas após ser assaltado enquanto trabalhava vendendo doces na rua

A mãe de Lucas está grávida e já tem outros quatro filhos contando com ele. Segundo ela, a própria criança quis trabalhar para ajudar a família

Publicados

em

Um menino de 11 anos, identificado como Lucas, emocionou internautas nesta semana após ser assaltado no último domingo (09), na pracinha do bairro Itararé, em Vitória. A criança trabalhava vendendo doces na rua para ajudar a família e teve todo o produto e o dinheiro roubados.

Segundo Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, ele chegou em casa muito sujo, dizendo que havia tropeçado, e por isso, todos os produtos teriam caído e estragado na chuva. A família só descobriu a verdade alguns dias depois.

Para Rafaela, ver o filho passar por essa situação é difícil. “Eu não deixava ele ir para rua por conta da violência. Mas, ele começou a trabalhar e pegou o gosto por isso. Eu fiquei constrangida porque não dá para acreditar que uma criança sai de casa para fazer um dinheirinho, e uma pessoa chegar e fazer uma maldade dessa. Fiquei muito preocupada”, contou.

O caso revoltou familiares e voluntários que decidiram criar o Projeto Juntos Somos 1, nas redes sociais. A partir disso, a história de Lucas ganhou os internautas e o menino já recebe ajuda de todas as partes do Brasil.

Solidariedade

A responsável pela repercussão do caso foi Aline Silva. A jovem conheceu o garoto quando voltava do supermercado e foi abordada por ele, pedindo comida. Depois de conhecer a criança, ela decidiu ajudar a família.

“Naquele dia eu ofereci dois pacotes de biscoito. Percebi que fiz tão pouco e ele ficou tão feliz que a situação não saiu mais da minha cabeça e comecei a ajudar. No dia seguinte, eu já havia conseguido doação de cesta básica”, explicou.

Aline conheceu Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, e os irmãos. A mulher está grávida de sete meses e a família vive de favor em uma casa simples, após ter tido a casa atingida pelas fortes chuvas na Grande Vitória. Por conta disto, Lucas decidiu vender doces na rua para ajudar em casa.

Por acaso, após o crime, Lucas foi pedir ajuda na lanchonete de uma amiga de Aline, que o reconheceu e avisou a jovem, que em seguida, contou tudo para a família. Foi a partir disso que a foto do menino chorando foi publicada. “A página já tem mais de 15 mil seguidores, vários famosos nos procuram querendo fazer algo por eles e a vaquinha criada para ajudar a família ultrapassou o objetivo de 15 mil”, disse Aline.

Todo o caso é compartilhado no Instagram @juntossomos1_, onde acontece contato para doações. Além disso, Aline mostra a vida da família e dá atualizações sobre o menino Lucas.

Continue lendo

Brasil

Com depressão, jovem tira a própria vida durante transmissão ao vivo no Facebook

O vídeo logo ganhou as redes sociais, deixando internautas perplexos e ao mesmo tempo consternados pela decisão tomada pelo jovem Paulo Henrique

Publicados

em

Na tarde deste Domingo (16), um jovem identificado como Paulo Henrique Fontinelle (19 anos), chocou a todos, quando lamentavelmente, cometeu suicídio, e ainda fazendo uma live pelo facebook no momento exato que deu cabo a própria vida. O triste episódio aconteceu no povoado Olho D’água dos Martins, de Imperatriz-MA.

As informações colhidas pela nossa edição é que no local do trágico acontecimento, familiares estão desesperados sem saber o que motivou o jovem a tomar essa terrível decisão. Muita gente está no local. Não é diferente nas redes sociais (facebook, whatsapp), os amigos estão enviando mensagens de conforto e demonstração de dor ao receber a notícia.

Pelo vídeo gravado pela vítima, o jovem está trancado no seu quarto, com uma revólver na mão, amigos pelo vídeo tentam impedir a ação de Paulo, mas mesmo relutando, o jovem se ajoelha, dá um grito e lamentavelmente, puxa o gatilho, tirando a própria vida.

Aparentemente, mais um caso de depressão, um jovem que tinha um grande futuro pela frente, decide interromper precocemente a sua vida. Deixamos os nossos mais sinceros votos de solidariedade e consternação a toda família e amigos.

Continue lendo

Brasil

Garota de 13 anos manda mensagem a amigo após ser estuprada pelo pai; ‘está sangrando muito’

Caso foi registrado em Nova Olinda, no norte do Tocantins. Homem de 44 anos foi preso em flagrante suspeito de estuprar a própria filha de 13 anos

Publicados

em

Um homem foi preso em flagrante suspeito de estuprar a própria filha de 13 anos, após a menina pedir ajuda para um amigo em uma rede social, em Nova Olinda, no Norte do Tocantins. As informações são do G1.

Na conversa em aplicativo mensageiro, a vítima afirma que sua parte íntima está sangrando após ser estuprada várias vezes.

“Meu pai tá toda hora vindo e me estuprando. Me ajuda, por favor. Eu tô tentando trancar a porta”, relata na conversa que a reportagem teve acesso.

O amigo diz menina que ela deve procurar a polícia e ela responde: “Amanhã eu vou lá. A noite não passa”.

Durante a troca de mensagens, o amigo diz para a menina pegar uma faca e matar o agressor, mas a vítima responde: “Ele tá com arma. Me ajuda, por favor”.

O caso foi registrado na madrugada desta quarta-feira (05/06). A adolescente foi levada para um posto de saúde, onde passou por exames que confirmaram o abuso. Os laudos mostraram que ela foi estuprada duas vezes entre a noite de quarta-feira e madrugada desta quinta-feira.

A polícia foi até a casa da vítima após o amigo fazer a denúncia. Segundo o delegado Luiz Gonzaga, roupa do suspeito estava rasgada e a genitália estava exposta.

A adolescente está sob proteção do Conselho Tutelar.

Os conselheiros disseram para a polícia, após conversar com a vítima, que os abusos aconteciam há pelo menos quatro anos. Na casa foi encontrada uma arma de fogo calibre 32 e algumas munições. De acordo com o delegado, o pai usava o revólver para ameaçar a filha.

Continue lendo
Publicidade