conecte-se conosco

Oi, o que você está procurando?

Mceara.com

Policia

CPRaio prende dois por sequestrar, torturar e matar garota; vítima gravou vídeo antes de ser morta

Corpo da jovem Kaylane foi encontrado amarrado e com marcas de torturas, em Aquiraz

Mceara 2019 12 26 12.32.16 01

A Polícia Militar prendeu na tarde desta segunda-feira (23), dois homens suspeitos de participação no rapto, tortura e assassinato da adolescente Kaylane Ferreira Albino, 15 anos, cujo corpo foi encontrado, na manhã de domingo último (22), no Município de Aquiraz, na região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os suspeitos foram detidos por uma patrulha do Comando de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) quando trafegavam no Município do Eusébio no carro que foi usado no sequestro da vítima.

A investigação inicial feita pela Polícia Civil indicou a placa de um Palio branco que os assassinos trafegavam na madrugada de domingo, quando arrebataram a vítima na saída de uma festa de “paredões” de som na cidade de Pindoretama. Durante a festa, houve uma briga e três garotas discutiram com os assassinos.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Na saída da festa, as três foram agredidas e uma delas levou um tiro em uma das mãos. Já Kaylane, foi colocada no carro e levada pelos criminosos. De Pindoretama, o carro foi parar em um matagal na localidade de Novo Iguape, onde a jovem foi colocada dentro de uma casa e obrigada a se identificar em um vídeo feito pelos assassinos. Ela disse o nome e que participava de uma “quebrada” (facção), em Cascavel. Depois disso, teria sido amarrada com as mãos para trás, colocado um capuz em sua cabeça e levada ao matagal, onde foi torturada e, depois, executada com um tiro na nunca.

Prisão

Com a placa do veículo suspeito colocado no sistema de monitoramento Spia, da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o carro acabou sendo localizado na Estrada do Fio, No Eusébio e interceptado pela patrulha do CPRaio.

Propaganda. Role para continuar lendo.

Foram presos durante a abordagem dois suspeitos identificados como: Álisson de Oliveira Alves, 23 anos; e Francisco Anderson da Silva Evangelista, 25. Os dois foram encaminhados ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia procura outros dois suspeitos de participação nos crimes.

collage

Francisco Anderson Evangelista e Álisson de Oliveira foram presos e levados para o DHPP

Propaganda