conecte-se conosco

Policia

Corpo sem cabeça e sem membros é achado em rio de Fortaleza; mulher foi trucidada por uma facção

Os restos mortais foram encontrados debaixo da ponte na Avenida Sebastião de Abreu, no Cocó

Publicados

em

Mceara 2019 11 27 13.32.32 01

Mais um crime misterioso e cruel, atribuído à “guerra” de facções , começa a ser investigado em Fortaleza pelo Departamento de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP). O corpo de uma mulher foi localizado, no fim da tarde desta segunda-feira, boiando nas águas do Rio Cocó. O cadáver estava sem a cabeça, mãos e braços.

O corpo foi visto por volta das 17h30 na parte do rio que passa por baixo da ponte na Avenida Sebastião de Abreu, próximo ao Shopping Iguatemi. Populares perceberam quando o cadáver boiava próximo à pilastra da ponte e acionaram a Polícia.

Rapidamente, patrulhas do Batalhão de Policiamento do Meio Ambiente (BPMA), que fazem a segurança no Parque Ecológico do Cocó, atenderam à ocorrência e acionaram as equipes do Corpo de Bombeiros Militar e da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

Policiais do DHPP e de delegacias da área também foram ao local em busca de informações que pudessem nortear a investigação, a partir da identificação da vítima, porém, isso não foi possível. Além disso, o corpo mutilado pode ter sido lançado nas águas do Rio Cocó em outro bairro distante dali e foi levado pela correnteza.

Facções

A mulher morta estava vestida com um short escuro e uma blusa modelo top, branca com estampas. Os criminosos decapitaram a vítima e jogaram a cabeça noutro local, assim como braços e pernas.

No começo da noite, uma equipe de mergulhadores do Núcleo de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (NBS/CBM-CE) retirou os restos mortais da calha do rio e entregaram à equipe do rabecão da Pefoce. O crime continua envolto em mistério, mas, para a Polícia, pelas características, se trata de mais uma execução sumária praticada por membros de facções.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *