conecte-se conosco

Região

Conta de luz ficará 3,9% mais cara no Ceará a partir de julho

O aumento médio na tarifa de energia elétrica do Ceará será de 3,94%, sendo 3,06% para o consumidor residencial

Publicados

em

Reajuste da Enel, que todos os anos ocorre no dia 22 de abril, passará a vigorar a partir de 1º de julho em 2020, em razão da pandemia do novo coronavírus. Para consumidor residencial, aumento será de 3,06%. Decisão foi definida nesta terça-feira, 14, pela Aneel.

Em reunião realizada nesta terça-feira, 14, a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu que o reajuste na tarifa da Enel Distribuição Ceará, feito anualmente no dia 22 de abril, só será aplicado a partir de 1º de julho, devido à pandemia do novo coronavírus, que tem trazido dificuldades econômicas aos consumidores.

O aumento médio será de 3,94%, sendo 3,06% para o consumidor residencial. Na alta tensão (indústrias e grandes comércios), o reajuste ficou em 3,78% e na baixa tensão, 4%. Em 2019, a conta de luz no Ceará ficou em média 8,2% mais cara. Hoje, a Enel atende cerca de 4 milhões de clientes em todos os 184 municípios do Ceará.

A Aneel também prorrogou para julho os reajustes da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) e da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), que também ocorrem em abril de cada ano. O adiamento foi solicitado pelas próprias concessionárias. As empresas continuarão cobrando as atuais tarifas até 30 de junho de 2020.

Veja quanto será o aumento na conta de luz do Ceará em 2020

  • Reajuste médio: 3,94%
  • Consumidores residenciais: 3,06%
  • Consumidores baixa tensão: 4%
  • Consumidores alta tensão: 3,78%
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *