É FAKE! Comissão dos Direitos Humanos manda prender o jovem que agrediu assaltante - Mceara.com
Siga-nos nas redes sociais

Fake News

É FAKE! Comissão dos Direitos Humanos manda prender o jovem que agrediu assaltante

É verdade que a Comissão de Direitos Humanos de Minas Gerais autorizou a prisão do estudante de 21 anos que reagiu a um assalto espancando o bandido?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs no final de novembro de 2018 e afirma que o estudante de 21 anos que reagiu a um assalto com arma de brinquedo e espancou o bandido teria sido preso por agressão em cumprimento a um pedido da Comissão de Direitos Humanos.

Por meio de um pedido feito junto à promotoria de Belo Horizonte, diz a notícia, a comissão teria conseguido autorizar a prisão do jovem por espancar o bandido, em um bairro de Belo Horizonte (MG).

A presidente da Comissão, Gizelle Rosário Leitte, teria afirmado que o pedido de prisão foi feito porque o jovem agiu com demasiada força e não deu chances de defesa ao assaltante!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

A Comissão de Direitos Humanos de Minas Gerais existe, mas não há nenhuma Gizelle Rosário Leitte em seu quadro. Aliás, não há menção a esse nome em buscas no Google em publicações feitas antes da última semana de novembro de 2018. As únicas vezes que esse nome aparece são em postagens de sites que apenas copiaram essa mesma “notícia”.

No dia 22 de novembro de 2018, um estudante foi abordado por um assaltante que estava usando uma arma de brinquedo. O rapaz reagiu ao assalto e deu um soco na cara do bandido, que caiu desacordado no chão. Imagens gravadas por uma câmera de segurança de um estabelecimento próximo do local mostraram que a vítima ainda deu vários pontapés na cara do bandido após ele ter caído no chão.

Segundo a Prefeitura de Contagem, o agredido deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento UPA-JK levado por uma viatura da Polícia Militar, medicado (após ser verificado que não houve fratura alguma no crânio) e liberado para ser levado para o xilindró!

Polícia Civil investiga se houve excesso

O estudante que reagiu ao assalto prestou depoimento na mesma tarde e foi liberado. Segundo a Polícia Civil, investigações em andamento estão apurando “um possível excesso da vítima quanto à defesa”. Não há nenhuma menção à prisão do jovem estudante!

Origem

Essa fake news surgiu no site O Congresso, criado em novembro de 2018 e que faz parte de uma rede de sites especializados em disseminar notícias falsas na web.

A foto usada para ilustrar a matéria é de um caso ocorrido em junho de 2017, em Patos de Minas (MG). Na ocasião, a Polícia foi chamada para resolver um desentendimento em uma escola que acabou com um estudante no Hospital Regional e outro na delegacia. Um estudante deu uma cadeirada no colega!

Conclusão

A notícia afirmando que o estudante que reagiu a um assalto foi preso é falsa!

Matéria do E-farsas.com

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *