Siga-nos nas redes sociais

Fake News

É FAKE! Comissão dos Direitos Humanos manda prender o jovem que agrediu assaltante

É verdade que a Comissão de Direitos Humanos de Minas Gerais autorizou a prisão do estudante de 21 anos que reagiu a um assalto espancando o bandido?

Publicados

em

A notícia surgiu em diversos sites e blogs no final de novembro de 2018 e afirma que o estudante de 21 anos que reagiu a um assalto com arma de brinquedo e espancou o bandido teria sido preso por agressão em cumprimento a um pedido da Comissão de Direitos Humanos.

Por meio de um pedido feito junto à promotoria de Belo Horizonte, diz a notícia, a comissão teria conseguido autorizar a prisão do jovem por espancar o bandido, em um bairro de Belo Horizonte (MG).

A presidente da Comissão, Gizelle Rosário Leitte, teria afirmado que o pedido de prisão foi feito porque o jovem agiu com demasiada força e não deu chances de defesa ao assaltante!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

A Comissão de Direitos Humanos de Minas Gerais existe, mas não há nenhuma Gizelle Rosário Leitte em seu quadro. Aliás, não há menção a esse nome em buscas no Google em publicações feitas antes da última semana de novembro de 2018. As únicas vezes que esse nome aparece são em postagens de sites que apenas copiaram essa mesma “notícia”.

No dia 22 de novembro de 2018, um estudante foi abordado por um assaltante que estava usando uma arma de brinquedo. O rapaz reagiu ao assalto e deu um soco na cara do bandido, que caiu desacordado no chão. Imagens gravadas por uma câmera de segurança de um estabelecimento próximo do local mostraram que a vítima ainda deu vários pontapés na cara do bandido após ele ter caído no chão.

Segundo a Prefeitura de Contagem, o agredido deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento UPA-JK levado por uma viatura da Polícia Militar, medicado (após ser verificado que não houve fratura alguma no crânio) e liberado para ser levado para o xilindró!

Polícia Civil investiga se houve excesso

O estudante que reagiu ao assalto prestou depoimento na mesma tarde e foi liberado. Segundo a Polícia Civil, investigações em andamento estão apurando “um possível excesso da vítima quanto à defesa”. Não há nenhuma menção à prisão do jovem estudante!

Origem

Essa fake news surgiu no site O Congresso, criado em novembro de 2018 e que faz parte de uma rede de sites especializados em disseminar notícias falsas na web.

A foto usada para ilustrar a matéria é de um caso ocorrido em junho de 2017, em Patos de Minas (MG). Na ocasião, a Polícia foi chamada para resolver um desentendimento em uma escola que acabou com um estudante no Hospital Regional e outro na delegacia. Um estudante deu uma cadeirada no colega!

Conclusão

A notícia afirmando que o estudante que reagiu a um assalto foi preso é falsa!

Matéria do E-farsas.com

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fake News

Idoso ganhador da Mega Sena da Virada morreu sufocado na vagina de novinha?

É verdade que um maranhense de 74 anos de idade morreu sufocado na vagina da namorada uma semana depois de ganhar na Mega Sena da Virada?

Publicados

em

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda semana de janeiro de 2019 e rapidamente se espalhou também nas redes sociais. De acordo com o texto, Francinaldo Aparecido, vigia em um posto de combustível em São Luís (MA), teria sido um dos 52 ganhadores da ganhadores da Mega da Virada de 2019, faturando cerca de R$ 5,8 milhões!

O triste é que depois de uma semana após ter recebido o prêmio, seu Francinaldo teria se separado da sua esposa de 69 anos para namorar uma moça de 18 anos chamada Mayra que, durante uma noite de sexo, teria prendido a cabeça do namorado em sua vagina, matando o idoso por asfixia!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Um dos primeiros sites que ajudaram a espalhar essa notícia foi o Top Five TV – que já conhecemos bem aqui no E-farsas por inventar e disseminar diversas fake news. Para quem não se recorda (ou não conhece), o Top Five TV é o mesmo site que inventou a notícia afirmando que o programa Encontro com Fátima Bernardes teria reformado a casa da família do ladrão morto por uma PM em Suzano.

Os criadores de fake news parecem estar sem muitas ideias para novas notícias falsas. O texto da morte do “idoso asfixiado por uma vagina” se parece muito com essa outra história não comprovada, de um homem de 74 anos (também vigia) que teria morrido após ficar sem ar durante o sexo oral com uma uma mulher muito mais nova que ele. Nesse caso, o idoso morava em Belo Horizonte (MG).

A “novinha” usada na foto

Quem inventou essa fake news roubou uma das fotos do Instagram da linda Jazmira Arambula. No site de língua espanhola Soy Fútbol é explicado que Jazmira é modelo, mexicana e “professora de fitness”.

Quanto à foto do idoso, ela já é usada há tempos em várias fake news, como essa, afirmando que uma mulher de 24 anos mata o marido de 78 anos após obrigá-lo a fazer sexo por 7 dias seguidos.

Em março de 2018, a mesma foto do idoso foi usada para ilustrar outra fake news que afirmava que uma mulher de 24 anos teria sido presa após mentir que havia casado com um fazendeiro de 89 anos por amor. Ela estaria tentando aplicar um golpe no velho quando foi presa (só que nada disso aconteceu de verdade).

Conclusão

A notícia afirmando que um ganhador da Mega Sena da Virada teria morrido aos 74 anos por asfixia enquanto praticava sexo oral com sua namorada de 18 anos de idade é falsa!

Matéria do E-farsas 

Continue lendo

Fake News

Homem que esfaqueou cão em vídeo é morto com 50 facadas e imagens chocam?

Fake news envolveu vídeo que revoltou a internet brasileira e até a apresentadora Xuxa

Publicados

em

Recentemente, um vídeo com maus tratos a animais revoltou brasileiros. Nas imagens, um homem aparece dando uma facada em um cachorro em um bar. O vídeo chegou até a revoltar a apresentadora Xuxa Meneghel, que, a partir de sua página no Facebook, não apenas divulgou as imagens como também solicitou que alguém identificasse o sujeito.

Apesar da ira de Xuxa, o vídeo acabou viralizando na internet. Não demorou muito para que o caso desse o que falar. Algumas pessoas acabaram identificando o agressor, que seria um mexicano. Um site, inclusive, chegou a dizer que ele foi morto a facadas. Mas será verdade isso?

Fake news envolvendo caso do homem que agrediu cachorro em bar viraliza

A notícia de um site de nome ‘Congresso em foco’ dizia que o homem que agrediu o cão no vídeo foi encontrado morto. O site divulga até supostas imagens do caso e diz que o agressor do animal foi morto por populares. Ele teria levado mais de cinquenta golpes de faca.

É claro que uma notícia como essa viraliza, mas nada nela é verdade. Até a foto utilizada para falar sobre o caso é de outro. Ainda assim, a fake news (notícia mentirosa) acabou viralizando em redes como o Facebook e o Twitter.

Reveja o vídeo que viralizou:

Matéria do Notícia Ao Vivo

Continue lendo

Fake News

É FAKE! Paraense quase morreu ao enfiar uma jiboia no seu orifício anal

de que um homem morador do Pará quase morreu e foi parar no hospital ao tentar introduzir uma cobra em seu ânus?

Publicados

em

A notícia surgiu em publicações de alguns sites e blogs no final da primeira quinzena de dezembro de 2018 e rapidamente se espalhou também no Facebook. De acordo com um texto acompanhado de fotos, um jovem paraense teria introduzido uma jiboia em seu próprio ânus e a “brincadeira” quase resultou em morte. O rapaz, que não teve seu nome divulgado, seria morador de Tucum (PA) e acabou tendo que recorrer a um hospital para socorrê-lo.

Verdade ou mentira?

O fato surgiu no site No Amazonas é Assim que, como já mostramos aqui no E-farsas, é um site especializado em espalhar notícias falsas. Esse site cita como fonte um site chamado “Folha Brasil News”, mas não encontramos nenhum jornal ou site com esse nome.

A “reportagem” se parece muito com uma fake news que já desmentimos em agosto de 2017. Só que na primeira versão, quem teria ido parar no hospital era uma mulher: Mulher enfia cobra jiboia na vagina e quase morre.

Perceba que a cobra é a mesma nas duas fake news!

As fotos usadas nessa farsa

Como já mostramos, a foto da cobra é de um crime ocorrido em agosto de 2016, na Inglaterra, quando uma britânica de 28 anos chamada Jennifer Lampe foi presa por cortar as cabeças de duas cobras “de estimação” depois de uma noite de bebedeira.

Quanto a foto do rapaz deitado em uma cama de hospital, não encontramos a sua origem.

Conclusão

Não há em nenhum jornal local ou nacional nada a respeito desse “incidente”. O primeiro site a publicar a notícia é conhecido por espalhar fake news e não há nenhum dado provando que isso seja verdade. As fotos usadas não tem nenhuma relação com a história narrada!

Matéria do E-Farsas

Continue lendo
Publicidade