Siga-nos nas redes sociais

Policia

Menor matador iria comandar ataque com explosivos para derrubar a ponte do Rio Ceará; Assista

Sansão é temido nas Goiabeiras e apontado como autor de um “rosário” de assassinatos

Publicados

em

A Polícia agiu rapidamente e evitou que mais um ataque criminoso destruísse um dos principais equipamentos urbanos e ícone de Fortaleza: a ponte do Rio Ceará, na Barra do Ceará, zona Oeste da Capital e no limite com o Município de Caucaia, na Região Metropolitana. Uma quadrilha ligada a uma facção criminosa planejava implodir a ponte na madrugada desta quarta-feira (9), mas foi capturada no fim da tarde de ontem (8), durante um cerco policial no Morro de São Tiago, na comunidade Goiabeiras.

O bandido que comandaria o ataque criminoso é um “velho” conhecido da Polícia, apesar de sua pouca idade. Trata-se de um adolescente temido naquela comunidade e que tem contra si a acusação de envolvimento em um “rosário” de assassinatos, morte de policiais e atentados criminosos. “Sansão”, como é conhecido, foi capturado com uma grande quantidade de explosivos e confessou o plano criminoso que iria destruir a ponte sobre o Rio Ceará.

Ele e seus comparsas foram levados para a sede da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRaco), no Complexo das Delegacias Especializadas (Code), no bairro de Fátima. Os explosivos seriam suficientes, segundo um especialista, para causar um grande estrago na ponte e poderiam, sim, causar destruição. Os artefatos deverão ser detonados nas próximas horas pela equipe Anti-Bombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) da Polícia Militar.

“Sansão” também é suspeito de ter disparado vários tiros de pistola de calibre Ponto 40 contra a torre de vigilância do Programa Municipal de Proteção Urbana instalada pela Prefeitura de Fortaleza na Avenida Presidente Castello Branco (Leste-Oeste), em frente ao Cuca/Barra do Ceará. O atentado ocorreu na noite do último sábado e foi filmado pelas câmeras de segurança da área. Os vidros blindados da torre evitaram que os guardas municipais de serviço fossem atingidos pelos disparos.

Matador

Com apenas 16 anos, “Sansão” se tornou um dos bandidos mais temidos da zona Oeste da Capital. Morador da Rua Caravelas, na comunidade Goiabeiras, na Barra do Ceará, ele tem contra si a acusação de vários assassinatos naquela região da cidade. Seria uma espécie de “soldado” do crime e matador frio. No ano passado, foi detido com um comparsa com duas pistolas. Passou alguns meses em um Centro Educacional e já estava novamente nas ruas.

Um dos muitos crimes de morte atribuídos ao bandido juvenil aconteceu na noite de 15 de dezembro de 2017, quando ele perseguiu e matou o adolescente Danilson Silva de Alcântara, de 14 anos. O garoto foi executado com mais de 10 tiros de pistola após tentar fugir dos assassinos do Morro de São Tiago. Tentou se abrigar em um mercadinho na Rua dos Abolicionistas (a poucos metros da delegacia de Polícia do bairro, o 33º DP), mas foi encontrado escondido debaixo do balcão e fuzilado. “Sansão” e seus comparsas fugiram em um Siena branco, deixando abandonado no local um Voyage preto.

Outro assassinato praticado por “Sansão” aconteceu no dia 5 de junho de 2017, quando ele matou, a tiros, o adolescente Francisco Eugênio Nogueira Torres Filho, 16 anos, na Rua Alto-Mar, também nas Goiabeiras. Segundo apurou a Polícia, o garoto foi atingido com tiros na cabeça no momento em que saía de casa para ir comprar um dindim. “Sansão” e seus comparsas fugiram depois do crime, enquanto o corpo do garoto ficou caído na sala de sua casa. “De 15 crimes aqui, ele é citado em 14, mas todo mundo aqui tem medo dele. Quando é apreendido, logo depois e solto e volta pra cá”, disse na época um oficial da PM no local onde o adolescente foi morto por “Sansão”.

Ele é citado, ainda, como autor de outros assassinatos na área do entorno da Areninha das Goiabeiras. Mesmo assim, já estava outra vez solto e ia comandar o ataque na ponte.


Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Secretaria alerta para criação de perfis falsos de Mauro Albuquerque

Titular da Secretaria de Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, não utiliza nenhuma rede social

Publicados

em

Um perfil falso do atual secretário de Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, foi encontrado no Twitter. A página recebe atualizações desde 7 de janeiro, mas segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), não é oficial. De acordo com a pasta, o gestor não tem perfil em nenhuma das três principais redes: Instagram, Twitter ou Facebook.

As postagens apresentam supostas citações de Mauro e compartilhamento de notícias sobre as ações desenvolvidas pelo secretário na SAP.

Durante os ataques realizados por integrantes de organizações criminosas, diversos boatos sobre ações que não existiram foram compartilhados nas redes sociais. “É importante que o cidadão esteja atento e não compartilhe ou divulgue relatos incertos. Divulgar material falso é crime”, diz nota anterior, divulgada pela SSPDS.

O que diz a Lei

Comunicação falsa de crime ou de contravenção: Artigo 340 do Código Penal – Provocar ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado. Pena: detenção, de um a seis meses, ou multa.

Matéria do Cnews

Continue lendo

Policia

Ameaça de bomba: Polícia verifica que mala deixada na Praia de Iracema estava vazia; Assista

Caso foi registrado após mala suspeita ser abandonada na rua Antonele Bezerra. Equipe do Esquadrão Antibombas já está no local

Publicados

em

Uma ameaça de bomba foi confirmada na tarde desta terça-feira, 15, após mala suspeita ser encontrada abandonada na rua Antonele Bezerra, na Praia de Iracema.

Agentes do Comando Tático Motorizado (Cotam) isolaram parte da rua, no trecho correspondente entre rua Antônio Lima e avenida Barão de Studart. Equipe do Esquadrão Antibombas esteve no local e verificou que não havia conteúdo explosivo.

Ação do Esquadrão Antibombas contou com participação de cão farejador. Após vistoria, policiais verificaram que mala estava vazia, sem conteúdo explosivo.


Matéria do O Povo

Continue lendo

Policia

Jovem morta em shopping por ex já havia relatado ameaças a amigo no WhatsApp; veja conversa

No diálogo feito por meio de um app de mensagens, vítima relatou para um amigo detalhes do fim do relacionamento

Publicados

em

Em conversa com um amigo por meio do aplicativo de WhatsApp, obtida pelo Diário do Nordeste, Lidiane Gomes da Silva, morta a tiros pelo ex-companheiro dentro de uma loja em um shopping de Maracanaú, na manhã desta terça-feira (15), disse ter sofrido ameaças após ter terminado o relacionamento com o ex-namorado, Alighiery Silva. Após um diálogo entre os dois, ela afirma ter terminado de forma amigável com o homem. “Deixei aquele louco, não consegui mais depois daquele dia, aí tivemos uma conversa e rompemos”, relatou.

Na sequência das mensagens, o amigo pergunta se o término foi tranquilo. A vítima diz que foi chantageada com ameaças, mas que atualmente o ex-namorado a teria deixado em paz. “Ele falou um monte (de coisas), fez chantagem, me ameaçou, mas hoje ele está mais conformado, me deixou em paz. Tá só me ligando (sic), mas não atendo”, revelou.

Preocupado com as ameaças do ex de Lidiane, o amigo chama a atenção para o comportamento de Alighiery.”Tomara (que esteja conformado). Porque já vi muitas histórias assim não acabarem bem”, alertou. Lidiane ameniza a situação e diz que fez um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra Alighiery e que o ex não faria nada contra ela.

A vítima menciona, ainda, que o ex tinha uma filha de dois anos com a ex-mulher e que estaria reatando o relacionamento, o que a deixava mais aliviada. Lidiane ressaltou também que, apesar de não confiar muito, estaria tranquila pois, segundo ela, Alighiery ‘morre’ de medo de processo.

Por fim, o amigo cogita a possibilidade de uma reaproximação entre ele e Lidiane e chegam a marcar um encontro. “Você solteira, podemos nos aproximar de novo”. Lidiane o tranquiliza e sugere um encontro em Maracanaú por ser mais perto para ela. “Deixa de medo, ele não vai fazer nada. Relaxa. Por aqui mesmo (o encontro), Fortaleza é longe”, finaliza.

Confira a transcrição de um trecho da conversa:

Matéria do DN

Continue lendo
Publicidade