fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Brasil

Com esperanças de que filha ressuscitasse, mãe suspende velório

O caso foi registrado no município de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas

Publicados

em

Familiares de uma jovem de 23 anos – identificada como Jéssica Lima – interromperam o seu velório na nessa sexta-feira (4) por acreditarem que ela ainda estaria viva.

De acordo com testemunhas, familiares de Jéssica retiraram seu corpo do caixão e colocaram sobre a cama em um dos quartos da residência onde estava ocorrendo o velório.

A suspeita da família de que Jéssica não teria morrido se deu após os irmãos da jovem terem dito que o corpo dela estava quente e que a mesma teria se mexido.

Jéssica Lima passou mal no último dia 23 de dezembro, em Delmiro Gouveia, e ficou internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Depois a jovem foi transferida para um hospital em Palmeira dos Índios, onde faleceu nessa quinta-feira (3).

Testemunhas disseram ainda que na certidão de óbito da jovem a causa mortis seria por fator indeterminado e que uma mulher evangélica teria chegado ao velório dizendo que a jovem ressuscitaria neste sábado (5). Após o fato, diversas pessoas começaram a se aglomerar em frente à residência e a polícia preciso intervir e um médico foi enviado ao local para examinar novamente o corpo.

O doutor Petrúcio Bandeira, que responsável pelo exame, informou aos pais que Jéssica estava morta. A mãe da jovem, porém, resolveu aguardar até o amanhecer para enterrar a jovem.

Matéria do Alagoas 24horas

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Pai entra no banho e criança de 2 anos morre atacada por cachorros da família

Irmãos da mãe da vítima agrediram o pai na UPA do Vista Alegre

Publicados

em

Uma tragédia chocou os moradores do Pilarzinho no começo da noite desta segunda-feira (17). Uma criança de dois anos morreu após ser atacada por três cachorros Rottweiller no quintal de casa, enquanto seu pai tomava banho. Segundo relatos de familiares, os cães estavam presos a correntes no fundo da residência, por serem violentos e avessos a crianças. O menino morreu ao chegar à Unidade de Saúde do Vista Alegre.

Uma familiar do responsável, que preferiu não se identificar, contou como aconteceu a morte do pequeno. “Ele saiu de casa e foi até onde ficavam os cães, que estavam presos com uma corrente. São cachorros grandes, bravos e que não gostam de criança, por isso ficam presos no fundo da casa”, afirmou em entrevista à imprensa.

De acordo com relatos de parentes, os pais da criança estão recentemente separados e não cultivam uma boa relação. “Enquanto o pai estava sentado no chão, chorando desesperado, a família da mãe começou a chutá-lo e agredi-lo várias vezes. Ela também o culpou muito, dizendo palavras duras”, revelou. A Polícia Militar foi chamada para solucionar a ocorrência, mas a situação foi atendida pela Guarda Municipal.

Muito abalado, o pai disse à reportagem que não sabia como tinha acontecido a tragédia. “Eu estava tomando banho e, quando procurei por ele, não estava mais lá, no interior da casa. Vi meu filho lá fora, no terreno, peguei ele no colo e estava respirando ainda. Achei que só tinha sido mordido, que só estava desmaiado”, contou.

A mãe do menino não quis falar com jornalistas, mas afirmou que o caso é “uma negligência muito grande e que ele deveria ter cuidado do filho”.

Investigação

Camila Cecconello, chefe da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa), afirma que ainda não se sabe se houve indiligência do pai. “Realizaremos vários levantamentos e ouviremos as testemunhas, mas preliminarmente nos foi passado que havia 3 Rottweilers que atacaram o menino”, informou. “Também investigaremos para saber como ele se afastou do pai e do que pode ter acontecido para que a criança se aproximasse dos animais. Precisaremos ver ainda se foi um homicídio culposo, mas é muito cedo para dizer se houve culpa do pai”, acrescentou.

Continue lendo

Brasil

Homem é preso por ofender gorda: “se não quebrar o vaso, não quebra mais”

“Nossa! Se não quebrar o vaso, não quebra nunca mais”.

Publicados

em

Um homem foi preso na madrugada deste domingo (16) por ofender uma mulher obesa. O crime ocorreu em um bar do bairro Vila Aurora, Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá).

A mulher estava com o marido no estabelecimento, quando o suspeito V.A.S., 47, passou a incomodá-la. A vítima se levantou para ir ao banheiro e o homem gritou: “Nossa! Se não quebrar o vaso, não quebra nunca mais”.

Constrangida, a mulher usou o banheiro e retornou para se sentar ao lado do esposo. Ela ainda continuou a escutar os comentários maldosos do homem, quando companheiro chamou a polícia.

O marido e outras testemunhas seguraram o suspeito até a chegada da polícia, que o levou para a delegacia da cidade para as medidas cabíveis.

O acusado irá responder pelo crime de injúria. Conforme o artigo 140 do código penal, injúria consiste em ofender a honra de alguém e pode render pena detenção de um a 6 meses, ou multa.

Continue lendo

Brasil

Tia corta pênis do sobrinho após menino estuprar a prima, uma criança de 3 anos

O Conselho Tutelar foi acionado e também não localizou a mulher nem a criança supostamente estuprada

Publicados

em

Um adolescente de 13 anos teve o pênis cortado pela sua tia, após ela descobrir que o menino havia estuprado sua filha de apenas 3 anos. O caso aconteceu neste sábado em Francisco Alves, no Noroeste do Paraná.

De acordo com a tia, o adolescente havia cuidado da garotinha da prima de 03 anos e quando ela chegou a noite foi dar banho na filha e percebeu que ela estava com a sua genitália machucada e reclamava de dor, e ao ser perguntada pela mãe sobre o que havia acontecido, a criança disse que o adolescente “havia colocado o piu-piu” em sua genitália. Após o relato da filha, a mãe foi até a casa do sobrinho que estava no banho e cortou seu pênis.

Ele foi encaminhado para atendimento no Hospital Municipal de Francisco Alves e posteriormente transferido encaminhado para o hospital de plantão em Umuarama-PR, sendo acompanhado por outra tia. O adolescente confessou para a essa tia que realmente havia estuprado a prima.

Funcionários do hospital relataram para a Polícia Militar que também que ouviram familiares dizendo que o pai da criança, que atualmente reside na cidade em outra cidade ria até Francisco Alves “para terminar o serviço” contra o adolescente.

A Polícia Militar realizou diligências para encontrar a tia, autora da agressão, mas até o momento ela não foi localizada.

Continue lendo

Brasil

Pai mata filho de quatro anos e depois se suicida para se vingar da ex-mulher

O pai teria deixado uma carta falando das suas motivações, pois tentava reatar o casamento sem sucesso

Publicados

em

Não saber aceitar o fim de um casamento de oito anos. Isso levou Neri da Rosa, 32 anos, a assassinar o próprio filho, Davi Gabriel Franco da Rosa, 4 anos, e cometer suicídio em seguida, para supostamente se vingar da ex-mulher. O crime ocorreu no início da madrugada deste domingo (16) na casa dele, que fica na Rua Julia Xavier Martins, no bairro Guarituba, em Piraquara.

Conforme a Polícia Civil, o casal estava separado há cerca de um ano e Neri sempre pegava o garoto para passar o fim de semana com ele. Neste sábado, não foi diferente. Porém à noite, quando o filho dormia, ele matou o garoto estrangulado e em seguida se enforcou dentro do banheiro da residência. Antes, teria deixado uma carta falando das suas motivações, pois tentava reatar o casamento sem sucesso.

Foi a mãe do menino quem encontrou os corpos dentro da casa e chamou a polícia. Mesmo que a autoria do crime e as motivações sejam conhecidas, a delegacia de Piraquara abriu inquérito para confirmar os fatos.

Continue lendo

Brasil

Filho de Flordelis confessou que matou pai a mando de irmão, diz polícia

Motivo da morte seria uma suposta traição do pastor

Publicados

em

A delegada Barbara Lomba, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, declarou que Lucas dos Santos, 18 anos, filho adotivo de Flordelis e Anderson do Carmo confessou ter matado o pai.

O crime teria sido encomendado por Flávio Rodrigues de Souza, 38 anos, filho biológico apenas de Flordelis. A motivação do crime teria sido a descoberta de que o pastor havia traído a deputada federal.

Lucas aparece nas imagens que mostram o momento que o pastor é executado. “As imagens são ótimas”, disse a delegada segundo o jornal O Globo, se referindo ao vídeo das câmeras de segurança onde é possível ver Lucas agindo contra o pai.

Lomba também confirma que os dois filhos foram presos por outros crimes, conforme declarou Flordelis. Flávio foi preso por violência doméstica, um mandato de segurança antigo que ainda estava pendente.

Lucas foi preso por tráfico de drogas, crime que cometeu quando era menor.

Continue lendo
Publicidade