fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Região

Cheia do Rio Acaraú mantém suspensão de aulas e moradores da zona rural de Santana do Acaraú ilhados

A suspensão das aulas entra na segunda semana consecutiva, moradores do distrito de Parapui estão ilhados e são transportados por canoa sem equipamentos de segurança fluvial, defesa civil abriga famílias em uma escola da cidade

Publicados

em

As aulas de todas as escolas municipais de Santana do Acaraú, na região noroeste do Ceará, continuam suspensas até 15 de abril, elas deveriam ser retomadas na manhã desta segunda-feira (8). A matéria é do site Tribuna dos Vales.

Segundo comunicado oficial da prefeitura publicado em redes sociais o cancelamento das aulas ocorreu após a cheia do Rio Acaraú, e em todas as regiões do município, há distrito com mais de 3 mil habitantes que está ilhado, o Acaraú corta a cidade e o município em sua extensão.

Famílias desabrigadas – A família de Maria Ricardina de Brito e Antônio Lúcio do Nascimento e é uma das três, que estão alojadas em salas de aulas do colégio municipal João Cordeiro no centro da cidade, segundo a dona de casa tem vontade de voltar pra casa, porém a água invadiu tudo e ela teme que o rio volte a encher, ela e o marido e três filhos não tem para onde ir, “na nossa casa não tem fossa e a sujeira veio toda junto com a água, não tem quem aguente oi mau cheiro”, disse a dona de casa que espera um aluguel social da prefeitura.

Segundo Arakém Vasconcelos, coordenador da Defesa Civil do município, o nível do Rio Acaraú baixou, mas a preocupação ainda existe, já que o volume do manancial está alto. Caso chova novamente e a água suba, alguns bairros serão prejudicados. “O nível diminuiu, mas ainda está um pouco alto.

Toda essa água provém desde a nascente do Rio Acaraú e de outros açudes que sangraram e suas águas caem para dentro do rio”, disse. “Caso chova, seria a própria Rua José Caubi Machado (antiga rua Nova), que tem famílias desalojadas, os bairros de São Miguel Arcanjo e Ilha Amarela”. Três famílias continuam alojadas numa escola municipal de Santana.

No distrito de Parapuí, na zona rural, os moradores em tempos de cheias do Acaraú, passam de um lado para o outro de canoa. Segundo a Defesa Civil, a passagem molhada que tem 300 metros está coberta pela água. Os moradores reclamam desde a falta de médicos a professores, até os perigos de ser transportado em uma canoa sem nenhum equipamento de segurança, “agente paga um carro a R$ 60 reais para levar pro hospital, por que os médicos não vem, os professores também não estão vindo”, reclama a dona de casa maria Avelina Dias.

São transportadas cinco pessoas por viagem, e em alguns momentos as motocicletas também são transportadas na canoa. “A defesa civil do estado deu um aval na canoa já existente, mas com algumas ressalvas, que seja feito a aquisição de boias e de remos compatíveis para fazer a travessias da população com mais segurança”, disse Arakém em entrevista ao Jornal CE TV 1ª Edição.

Alargamento do sangradouro do rio

Após a cheia do Rio Acaraú, a Defesa Civil orientou, a prefeitura a realizar o alargamento do sangradouro que fica localizado na passagem molhada que liga o distrito de Parapui a outra margem do rio e recomendou a compra de sacos para reforçar a parede do manancial, segundo Arakem Vasconcelos, o alargamento está funcionando, mas a compra das sacas ainda está pendente. “A Defesa Civil do Estado orientou que fizessem o alargamento do sangradouro para facilitar a vazão e recomendou também a aquisição de cinco mil sacos para encher de material para dar reforço na parede.

De fato, o alargamento do sangradouro já está em curso, mas na questão dos sacos nós tentamos entrar em contato com os responsáveis do município de Santana do Acaraú, mas não obtemos respostas”, afirmou o coordenador.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Região

Fim de semana violento no Ceará deixa 35 mortos em assassinatos e acidentes de trânsito

A costureira Antônia Eliene de Oliveira Viana, 39 anos, foi morta a facadas pelo ex-marido

Publicados

em

O Ceará sofreu uma forte onda de violência no fim de semana, o que causou a morte de, ao menos, 35 pessoas, em assassinatos e acidentes de trânsito entre a sexta-feira (21) e o domingo (23). Somente no interior do estado foram registrados 31 óbitos de causas violentas. No balanço geral, e ainda parcial, os números revelam que ocorreram 18 homicídios e mais 17 mortes em desastres.

Na Grande Fortaleza foram contabilizados três assassinatos e mais um caso de morte em acidente de trânsito. Além da Capital, foi registrado um assassinato no Município de Caucaia.

No Interior Norte foram contabilizados pelas autoridades da Segurança Pública sete homicídios nos seguintes Municípios: Umirim (dois crimes), Caridade, Paraipaba, Hidrolândia, Amontada e São Benedito (feminicídio).

No Interior Sul, ocorreram outros oito assassinatos neste período entre sexta-feira e o começo da madrugada de hoje (24), nos seguintes Municípios: Tauá, Jaguaribara, Beberibe (duplo), Alto Santo, Jaguaruana, Milagres e Icapuí.

Mulher morta

Subiu para 98 o número de mulheres mortas no Ceará neste ano. O caso mais recente ocorreu na madrugada do último domingo (23) no Município de São Benedito, na Região da Ibiapaba (a 337Km de Fortaleza), onde a costureira Antônia Eliene de Oliveira Viana, 39 anos, foi assassinada a golpes de faca pelo ex-companheiro, Ricardo Vasconcelos, 40 anos, que acabou se entregando à Polícia e já está na cadeia.

De acordo com as informações colhidas pela Polícia Militar, o crime aconteceu durante o aniversário de uma irmã, ocasião em que era realizada uma festa junina.

Armado com uma faca, Ricardo invadiu a festa e atingiu a ex-esposa com 12 golpes de faca. Feriu também, como a mesma arma, a irmã e um filho da vítima. Todos foram levados para o hospital da cidade de São Benedito, mas Eliene não resistiu.

Após o crime, Ricardo fugiu do local e se embrenhou num matagal, de onde ligou pelo celular com familiares dizendo que iria se entregar à Polícia, como realmente aconteceu. Ele não aceitava o fim do relacionamento com a costureira. Ao ser presos, negou o crime.

Revoltados, moradores incendiaram a casa do assassino ainda durante a madrugada. Já o corpo da costureira foi encaminhado ao Núcleo da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) da cidade de Sobral, onde foi necropsiado e liberado para sepultamento.

Via Jornalista Fernando Ribeiro

Continue lendo

Região

Incêndio atinge prédio em área nobre de Fortaleza e deixa moradores assustados

Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para controlar chamas. As causas do fogo serão

Publicados

em

Um incêndio atingiu um prédio na Rua Silva Jatahy, Bairro Meireles, área nobre de Fortaleza, no começo da tarde deste sábado (22). Uma equipe do G1 foi ao local e verificou chamas saindo de pelo menos duas janelas diferentes do edifício.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas. A Polícia Militar também esteve no local. A rua ficou interditada para evitar acidentes. As causas do incêndio serão investigadas.

“O prédio é residencial e acabou de ser construído. Tem poucos moradores e todo mundo saiu do prédio. Eu vim fazer um serviço no prédio em frente e vi a situação”, disse o trabalhador Albeci Nogueira.

Moradores ouviram barulho

Moradores e trabalhadores do Bairro Meireles informaram ao G1 que se assustaram ao ouvir um barulho estranho.”Eu estava trabalhando, a gente viu uma fumaça, um tumulto, passou uma senhora correndo e chorando com um celular na mão. A gente foi olhar e já estava a fumaça”, disse o funcionário Deoclécio Souza.

Continue lendo

Região

Criança é encontrada com sinais de abandono no Centro de Fortaleza

O menino, aparentando ter cerca de dois anos, estava chorando e faminto. Ele foi alimentado pelos guardas municipais que o acharam

Publicados

em

Guardas municipais de Fortaleza encontraram, por volta das 23h30 desta quarta-feira (19), uma criança aparentado ter cerca de dois anos, chorando na Praça Pedro II, no Centro de Fortaleza. O menino estava chorando, sujo e faminto. Ele recebeu os primeiros cuidados e foi alimentado pelos agentes que o acharam e levado para a delegacia especializada.

De acordo com a polícia, o menino estava deitado no chão, ao lado de um homem que parecia estar drogado, segundo os agentes. Não foi confirmado se ele seria o pai.

Os dois foram conduzidos para a Casa da Mulher Brasileira, plantonista da Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente (Dececa) e depois encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), onde passaram por exames de corpo de delito.

Na manhã desta quinta-feira (20) o Conselho Tutelar informou ao Sistema Verdes Mares que a criança está bem e não foi encontrada nenhuma anormalidade. Ainda segundo o Conselho a criança de dois anos tem família e está sob o cuidado da avó materna. O caso vai ser encaminhado para o conselho do bairro em que a família mora e será feito um acompanhamento.

Mulher tentar levar criança

Um mulher foi à delegacia na madrugada alegando ser avó do menino. Ela quis levá-lo, mas não soube informar o nome completo da criança e nem apresentou documentos que comprovassem o parentesco.

A criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar. A delegacia não informou se o homem que estava com o menino continuava no local na manhã desta quinta-feira (20).

Continue lendo

Região

Acidentes de trânsito provocam a morte de oito pessoas durante o fim de semana no Ceará

Uma criança de 9 anos, gravemente ferida em um acidente na BR-116, em Jaguaribara, teve que ser transportada para Fortaleza em um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer)

Publicados

em

Oito pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito no Ceará durante o fim de semana. Em outro desastre, uma criança de 9 anos ficou gravemente ferida na região do Vale do Jaguaribe e teve que ser transportada para Fortaleza em um helicóptero da Coordenadoria de Operações Aéreas (Ciopaer). Ela e os pais continuam hospitalizados.

O desastre aconteceu no quilômetro 246 da BR-116, no Município de Jaguaribara. O menino de 9 anos de idade sofreu politraumatismo, segundo a primeira avaliação médica. A ocorrência foi registrada na manhã do domingo (16) e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) liberou o transporte aéreo do paciente para Fortaleza.

Veja o resumo dos acidentes que deixaram mortos no fim de semana no Ceará:

1 – Guaraciaba do Norte – Na noite de sábado, por volta de 21 horas, uma colisão de uma motocicleta com um caminhão, causou a morte do piloto Rafael Costa Sales, 27 anos.

2 – Monsenhor Tabosa – Uma mulher, identificada apenas por Odete, foi atropelada e morta no Centrro daquela cidade, na manhã do sábado.

3 – Parambu – Uma queda de moto causou a morte do piloto do veículo e ferimentos graves em seu filho, que estava na garupa. O morto foi identificado como Rener Sudário da Silva, 36.

4 – Pindoretama – Na Rodovia estadual CE-040, ocorreu uma colisão entre uma bicicleta e um automóvel, provocando a morte do ciclista, identificado como Antônio da Silva Ferreira, 58 anos.

5 – Tianguá – Colisão de motocicleta com um caminhão na rodovia estadual CE-187, no trecho entre as cidades de Tianguá e Viçosa do Ceará, causou a morte do motoqueiro, Juscelino Gomes Borges, 32 anos.

6 – São João do Jaguaribe – Acidente na rodovia estadual CE-377 no domingo (16). Um motoqueiro sofreu violenta queda e teve morte imediata, sendo identificado como Manuel Arlindo Bandeira de Resende, 55 anos.

7 – Massapê – Na localidade de Boiadas, um acidente de moto causou a morte de Francisco Gleison de Paula Barbosa.

8 – Nova Olinda – Na rodovia estadual CE-292, Km 03, na altura da localidade Sítio Jurema, uma colisão traseira em uma motocicleta causou a morte da técnica em Enfermagem, Maria Cláudia Pereira, 35. O acidente ocorreu por volta de 20 horas do domingo (16).

Continue lendo

Região

Acidente trágico em Barro deixa quatro jovens mortos na noite do domingo

O carro caiu em um açude e apenas uma jovem escapou. Os demais morreram afogados

Publicados

em

Quatro jovens morreram em conseqüência de grave um acidente de trânsito ocorrido na noite deste domingo (9), na zona rural do Município de Barro, no Sul do Estado, no Cariri (a 467Km de Fortaleza). O veículo que eles ocupavam caiu dentro de açude após o guiador perder o controle numa curva. No automóvel estavam cinco pessoas, mas apenas uma sobreviveu.

O desastre ocorreu por volta de 21 horas, na localidade Sítio Balsas. De acordo com os relatos colhidos pela Polícia, cinco jovens estavam no carro, sendo um homem, que era o guiador, e quatro passageiras. O grupo retornava para a sede do Município após participar de uma cavalgada no Sítio Balsas, na zona rural.

Depois de perder o controle da direção, o guiador não conseguiu parar o automóvel, que percorreu cerca de 10 metros da curva até cair dentro de um açude.

Quando o carro estava afundando na água, uma das passageiras conseguiu sair e pedir ajuda. Trata-se de Amanda Duarte Teles, 20 anos, residente no bairro Trajano Nogueira, em Barro.

Com a ajuda de moradores, os outros quatro ocupantes do carro foram retirados das águas e levados para o Hospital Santo Antônio, em Barro. Estavam agonizantes, mas não resistiram.

Os mortos

Os mortos foram assim identificados: Pedro Damião Júnior, 27 anos, que residia na cidade de Cachoeira dos Índios, na Paraíba; Valéria Araruna da Silva, 31 anos; e as irmãs Jandira e Josenira Barbosa de Freitas, de 23 e 22 anos, respectivamente.

O carro permanece dentro do açude e deverá ser retirado na manhã desta segunda-feira (10) para que possa passar por uma perícia.

Os corpos dos quatro mortos foram encaminhados ao Núcleo da Perícia Forense (Pefoce) de Juazeiro do Norte, onde serão submetidos a necropsia nesta manhã de segunda-feira (10).

Com informações do site miséria.com

Continue lendo
Publicidade