Siga-nos nas redes sociais

Policia

Ceará registra um dos fins de semana mais violentos do ano, com 33 mortes em assassinatos e acidentes de trânsito

No bairro Bonsucesso, em Fortaleza, uma jovem foi espancada até a morte depois de raptada com mais quatro amigas em um bar. A Polícia suspeita de crime ligado à guerra de facções

O Ceará viveu um dos fins de semana mais violentos do ano. Entre a última sexta-feira (26) e a noite do domingo (28), 25 pessoas foram assassinadas no estado e outras oito morreram vítimas de acidentes de trânsito, totalizando 33 óbitos. A Grande Fortaleza, incluindo a Capital e os municípios metropolitanos, registrou um “banho de sangue”, com 17 assassinatos, incluindo a morte violenta de quatro mulheres, além de dois duplos homicídios. No interior, oito pessoas foram executadas, com o registro de um triplo crime de morte em São Benedito.

Dos 17 assassinatos na Grande Fortaleza, seis ocorreram na Capital, nos bairros Presidente Kennedy, Antônio Bezerra, Mondubim, Siqueira, Bonsucesso e Parque São José. Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram 11 assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia (4), Maracanaú (2), Pacatuba (2), Itaitinga (2) e Guaiúba (1).

No Interior do Estado outras oito pessoas foram assassinadas. Na Região Norte (Interior Norte) foram cinco casos nos seguintes Municípios: São Benedito (triplo homicídio), Forquilha e Independência. Na Região Sul (Interior Sul), ocorreram três homicídios, em Tabuleiro do Norte, Jaguaretama e Juazeiro do Norte.

Acidentes

Oito pessoas morreram em acidentes de trânsito no Interior do Ceará no fim de semana nos seguintes Municípios: Araripe, Mauriti, Icapuí, Mombaça, Tauá, Monsenhor Tabosa, Penaforte e Tianguá. Todas eram ocupantes de motocicleta e se envolveram em quedas e colisões.

Via Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.