Casal é assassinado por pistoleiros na zona rural de Santa Quitéria - Mceara.com
Siga-nos nas redes sociais

Policia

Casal é assassinado por pistoleiros na zona rural de Santa Quitéria

Ana Cíntia, 20 anos; e Francisco Alberto, 42 foram mortos por pistoleiros na tarde de ontem

Um casal foi morto, a tiros, nesta quinta-feira (13), no Interior do Ceará. O crime de duplo homicídio ocorreu no fim da tarde, no Distrito de Sangradouro, na zona rural do Município de Santa Quitéria (217Km de Fortaleza). A casa das vítimas foi invadida pelos atiradores, dois homens que ainda não foram identificados pela Polícia.

De acordo com as autoridades, foram vítimas do duplo homicídio um homem identificado como Francisco Alberto Ribeiro Lopes, de 42 anos de idade; e sua esposa, Ana Cíntia Silva de Sousa Ribeiro, 20 anos. Ambos receberam tiros à queima-roupa, sem chances de defesa.

Alberto foi o primeiro a ser atingido pelos disparos e morreu na calçada da residência. Ana Cíntia percebeu que seria também assassinada e correu para dentro de casa, mas foi perseguida e baleada quando já estava na cozinha. Ela foi socorrida e levada ao Hospital Municipal de Santa Quitéria, no entanto, teve que ser transferida para a Santa Casa de Misericórdia de Sobral, onde faleceu horas após o atentado.

A Polícia suspeita que o duplo assassinato tenha sido um “acerto de contas”, já que o casal havia transformado a casa em ponto de venda de drogas. Além disso, Alberto tinha passagens na Polícia com histórico criminal de tráfico de entorpecentes.

Outro crime

Também nesta quinta-feira (13), a Polícia registrou um crime de morte no Município de Canindé (97Km de Fortaleza). O caso ocorreu na noite passada, quando um homem identificado como Charles Rodrigues Cruz foi morto, a tiros, na zona rural.

O crime aconteceu no momento em que a vítima trafegava em sua motocicleta por uma estrada de terra que dá acesso à localidade de Carnaúba dos Dantas. Charles teria caído em uma emboscada preparada pelos assassinos e foi morto com vários tiros de pistola na cabeça.

Via Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *