fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Mundo

‘Caníbal’ preparou uma sopa com os restos mortais de vítima e como não gostou, deu a seu cão

O chamado ‘Canibal de Puno’ confessou à polícia que ele lavou os órgãos de sua vítima em um rio e usou uma costela para preparar uma sopa que ele não gostou e deu a seu cão. Ele também admitiu que era fã de filmes de terror

Publicados

em

O fazendeiro Wilfredo Rodriguez Quispe de 23 anos, ‘o canibal de Puno’, explicou à polícia que lavou os corpos de sua vítima, Dina Quispe Choquemaqui, e com uma costela preparou uma sopa que ele alimentou seu cachorro, por que não gostou do seu gosto, na província de Melgar, na região de Puno, no Peru.

Segundo o site “trome”, Wilfredo, que também era um membro do exército, revelou que depois de matar sua vítima por nenhum motivo e, em seguida, cortou o corpo ‘como fez com cordeiros’. Então ele foi para o rio Escaleramayo, onde lavou as vísceras, coração, fígado e outros restos, revelou fontes da polícia de Puno.

“O assassino preparou um caldo com uma das costelas de suas vítimas, disse ele, não gostou do sabor e deu a sopa ao cachorro”, revelou uma fonte policial”

Nossa fonte também confessou que o assassino era um fã de filmes de terror como ‘Cannibal Holocaust’ e ‘Nightmare on Elm Street’, entre outros.

A mesma fonte disse que ‘o canibal de Puno’ admitiu que ele assassinou um homem velho em Sicuani, para roubar todo o seu dinheiro, em 2014.

Ele acrescentou que o mesmo ano quebrou-lhe o crânio com um vizinho, usando uma enxada, para problemas tinha na hora de levar para comer capim seus animais.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Homem atira na cabeça de bebê de 10 meses depois de ter sido rejeitado pela mãe em uma festa

Crime aconteceu na cidade de Fresno, na Califórnia; ele é acusado de tentativa tripla de homicídio

Publicados

em

Um homem de 23 anos deu um tiro na cabeça de um bebê de 10 meses depois que a mãe da criança o rejeitou, no domingo (23) de madrugada, na cidade de Fresno, na Califórnia, nos Estados Unidos.

A criança está hospitalizada.

O crime aconteceu em uma festa em uma residência. De acordo com a polícia da cidade, o acusado, Marcos Antonio Echartea, era, na prática, um desconhecido da vítima, Deziree Menagh, 18, –eles haviam se conhecido há uma semana, e não haviam interagido desde então.

Em um momento da festa, Menagh saiu da casa e foi para o jardim, onde outras pessoas estavam. Ela relatou que Echartea a havia agarrado pela mão, e que ela se sentiu desconfortável.

O homem continuou a ir atrás dela e também foi para o lado de fora da residência. Ele se sentou em uma varanda e tentou puxá-la à força para que ela caísse no seu colo.

Ela, mais uma vez, se afastou e, dessa vez, resolveu ir embora.

Por volta de 4h de domingo (23), a mãe foi pegar a filha recém-nascida e saiu da casa com um amigo. Eles entraram em um carro e começaram a partir, mas, por algum motivo que ainda não é claro, pararam o carro depois de uma quadra.

Uma das hipóteses é que os dois esperavam que Echartea fosse embora, para que Menagh, que mora perto, pudesse voltar para casa em segurança.

Mas ele se aproximou rapidamente do carro. Assim que Echartea os alcançou, puxou uma arma e começou a atirar. Uma das balas atravessou o vidro e atingiu a criança na cabeça.
O amigo da mãe chamou a polícia e acelerou para o hospital. Lá, a criança passou por uma cirurgia para tirar os fragmentos da cabeça.

O pai, que não estava na festa, os encontrou lá.

Echartea, depois de atirar, voltou para a festa. Os policiais o encontraram lá e o prenderam por três tentativas de homicídio.

Continue lendo

Mundo

No EUA, lei obrigará os pedófilos a pagar por sua própria castração antes de serem libertados da prisão

Uma nova lei obrigará pedófilos cujas vítimas tinham menos de 13 anos a pagar por sua própria castração antes de serem libertados da prisão

Publicados

em

A lei HB 379 foi assinada pelo governador do Alabama, Kay Ivey, quarta-feira, depois de ter sido apresentada pelo deputado estadual republicano Steve Hurst.

Segundo a publicação do site Metro, os molestadores de crianças sofreram castração química, com drogas usadas para suprimir seus impulsos sexuais. Qualquer um que se recusar a fazê-lo será considerado em violação de sua liberdade condicional e mantido na prisão.

Explicando o raciocínio por trás da controversa proposta, Hurst disse à CBS42 : “Eles marcaram essa criança por toda a vida e a punição deve se encaixar no crime. Eu tive pessoas me ligando no passado quando eu a apresentei e disse que você não acha que isso é desumano Perguntei-lhes o que é mais desumano do que quando você toma uma criança pequena, e você molesta sexualmente a criança quando a criança não pode se defender ou fugir, e eles têm que passar por todas as coisas que têm que passar. Se você quer falar sobre desumano – isso é desumano.”

Hurst também alegou que sua lei poderia impedir que os pedófilos tenham como alvo crianças e reduzir o número de crimes sexuais envolvendo crianças.

Mas o advogado de Alabama, Raymond Johnson, está entre os que se opõem a isso. Ele acha que as punições existentes são suficientes.

Johnson explicou: “Eles vão desafiá-lo sob a 8ª Emenda Constitucional. Eles vão alegar que é uma punição cruel e incomum para alguém que cumpriu seu tempo e, pelo resto da vida, tem que ser castrado.”

E você tem alguma opinião sobre esse assunto?

Continue lendo

Mundo

Cansado dos constantes roubos, grupo de vizinhos pega ladrão e o crucifica na rua

Imagem do que aconteceu foi compartilhado no Facebook e imediatamente se tornou viral

Publicados

em

Um grupo de vizinhos pegou um criminoso e o crucificaram em uma cruz de madeira no estado de Michoacán, no México. Para o fato de ser conhecido em todo o país, essas pessoas compartilharam a foto no Facebook e rapidamente se tornaram virais nessa rede social.

O delinquente, cujo nome não foi revelado, mas que é conhecido como “El Tapia”, foi pego roubando na área de Los Viñedos.

Longe de atingi-lo, os vizinhos preferiram amarrá-lo a um poste de madeira e colocá-lo crucificado, com uma mensagem pintada em seu peito, que dizia “por rato”.

Para que o exemplificador feito seja conhecido em todo o mundo, essas pessoas decidiram fazer o upload da imagem do que aconteceu no Facebook, para que pessoas de todo o México possam descobrir o que aconteceu.

Sabendo da “crucificação”, a polícia chegou a esta área e sob o ladrão da cruz.

O agressor foi detido em uma prisão local, onde ele vai ficar 48 horas a investigação, informou a imprensa do México.

Os moradores da área disseram que, se a polícia não fornecer segurança na área, eles continuarão com esse tipo de evento até encontrarem uma solução para o crime.

Continue lendo

Mundo

Bebê de dois anos morre após atira na própria cabeça com uma arma

Kayden Stuber foi declarado morto no caminho para o hospital. De acordo com a polícia, criança encontrou a arma na bolsa da avó

Publicados

em

Um menino de dois anos morreu após disparar acidentalmente a arma da avó. O caso aconteceu nesta quinta-feira (20), na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, de acordo com as autoridades. As informações são do jornal americano ABC News.

Kent Dill, do Gabinete do Coronel do Condado de Greenville, afirmou ao jornal que Kayden Stuber morreu com uma ferida de bala na cabeça.

Segundo o jornal, o menino estava sob os cuidados da avó e da tia enquanto os pais estavam trabalhando.

“Aparentemente, o garoto encontrou a arma na bolsa da avó e acidentalmente a descarregou”, afirmou Dill. O menino foi declarado morto no caminho para o hospital.

O ABC informou que o porta-voz do condado de Greenville, Ryan Flood, afirmou que nenhuma acusação foi feita até o momento, mas que as investigações estão em andamento.

Flood também informou ao jornal que mais ninguém ficou ferido.

Continue lendo

Mundo

Cuidadora é presa por abusar e espancar paciente de 101 anos com demência; Veja vídeo

No vídeo chocante, a vítima pode ser ouvida gritando de dor

Publicados

em

Uma cuidadora malvada que foi filmada secretamente abusando e batendo em uma paciente com demência de 101 anos foi presa e condenada a oito meses.

Ashikiah Reid, de 36 anos, foi pega na câmera limpando grosseiramente o rosto da mulher idosa com uma flanela e batendo nas mãos e nos braços.

Reid, de Erdington, Birmingham, Inglaterra, foi pega quando a família da mulher montou uma câmera secreta depois de suspeitar de seu comportamento.

A mulher foi presa depois que ela admitiu duas acusações de maus tratos a uma idosa.

PC David Nash, da Unidade de Proteção Pública da Polícia de West Midlands, disse: “Fico feliz que a mulher responsável por infligir sofrimento desnecessário e dor a uma mulher indefesa tenha sido colocada atrás das grades. Muita confiança é depositada em cuidadores pessoais e essa confiança foi abalada pelas ações de Reid contra essa mulher. Espero que isso possa oferecer algum fechamento à família da vítima, sabendo que alguém que não demonstrou compaixão moral ao cuidar dos idosos foi levado à justiça.”

Reid foi despedida de seu emprego e, consequentemente, foi afastada – o que significa que ela nunca será capaz de trabalhar como cuidadora novamente.

Continue lendo
Publicidade