conecte-se conosco

Policia

Bandidos invadem escola e matam três homens em Maranguape

Dois homens foram mortos dentro da escola e o terceiro foi socorrido, mas não resistiu

Publicados

em

Bandidos invadem escola e matam três homens em Maranguape

Três homens foram mortos, a tiros, na noite desta segunda-feira (2), feriado do Dia de Todos os Santos e de Finados, no Município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O triplo homicídio ocorreu no distrito de Amanari.

A Polícia deu início às investigações que apontam um suposto “acerto de contas” entre membros de facções criminosas. No fim de semana, outro assassinato ocorreu naquela cidade durante um evento de campanha política.

O triplo assassinato ocorreu por volta de 23 horas, segundo os registros das autoridades da Segurança Pública. Bandidos teriam invadido a comunidade conhecida como Babilônia e atirado nas vítimas que estavam dentro de uma escola municipal. Dois homens morreram no local, enquanto o terceiro, em estado grave, chegou a ser socorrido para o hospital de Maranguape, mas não resistiu.

Os três mortos foram identificados apenas por Moisés, Evilásio e “Peixe”

No local onde ocorreu o triplo homicídio as pessoas se recusavam a falar sobre os detalhes do crime. Temendo represálias, os moradores preferiram permanecer em silêncio.

Policiais do 14º Batalhão e patrulhas do Comando de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) fizeram diligências no Amanari e distritos próximos durante toda a noute, mas não conseguiram localizar suspeitos das execuções sumárias.

Os corpos dos três mortos foram trazidos para Fortaleza e encaminhados à Sede da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), situada no bairro Moura Brasil.

Outro caso

Na noite do último domingo (1º), um homem identificado por “Antônio Branco”, foi assassinado a tiros no Centro de Maranguape quando retornava de um evento político no Distrito de Guabiraba.

“Branco” pilotava sua motocicleta e ao chegar ao Centro, foi atingido com vários tiros no momento em que acontecia a carreata de um candidato. Dois suspeitos foram detidos pela Polícia após crime.

A Polícia não sabe, ainda, se os dois casos têm alguma ligação.

Jornalista Fernando Ribeiro

Propaganda