Seis #Bombeiros voluntários foram presos acusados de abusar uma garota de 17 anos, filmar o estupro e compartilhá-lo nas redes sociais. Os seis membros do Departamento de Bombeiros Voluntários de Estrasburgo foram acusados na terça-feira (9), de contribuir para a delinquência de um menor. Dois dos homens eram líderes do departamento, de acordo com o site FOX5.

Os suspeitos de ter cometido o crime foram identificados como Nathan Hirschberg, de 26 anos, Andrew Key, de 24 anos, Dale King, de 36 anos, Bradly Marlin, de 21 anos, Christopher Pangle, de 32 anos, e Fabian Sosa, de 25 anos, e caso sejam condenados eles podem pegar até 12 meses de prisão ou U$ 2.500 em multas (cerca de R$ 7.925).

Eles foram presos durante o fim de semana da véspera de Ano Novo após uma longa investigação polícia. A investigação começou no mês de abril e um mandado de busca e apreensão para o caso foi cancelado em novembro.

Vídeo da vítima sendo abusada é compartilhado em redes sociais. Inicialmente um mandado de prisão foi expedido para cinco bombeiros. Mas, após uma denúncia ficou comprovado que uma sexta pessoa estava envolvida no crime. Segundo relatos, um morador de Strasburg, tinha alertado o prefeito sobre um vídeo que mostra o “estupro em grupo de uma adolescente branca, de 17 anos, por membros do Departamento de Bombeiros de Strasburg. Os supostos atos aconteceram em três locais diferentes, incluindo a casa de um dos bombeiros.

A vítima disse que estava bêbada quando foi abusada pelos bombeiros. A mãe da vítima mostrou prints dos vídeos que circulavam na plataforma de mídia social Snapchat.

Os prints mostraram a vítima altamente intoxicada e intimidada pelos bombeiros. A garota afirmou na declaração de que ela se sentia bêbada no momento do incidente e que o sexo não era consensual com pelo menos um dos suspeitos.

Outros casos semelhantes

Esta não é a primeira vez nos últimos meses que os bombeiros foram acusados de assédio sexual. Um incidente semelhante ocorreu em Maryland em dezembro, onde quatro bombeiros voluntários da Fallston Volunteer Fire and Ambulance Company (FVFAC) enfrentaram acusações depois que o escritório do xerife do condado de Harford investigou alegações de agressão sexual e assédio. [VIDEO]

De acordo com as investigações, houve dois incidentes específicos relatados sobre tentativa de agressão sexual de um membro de 17 anos durante o verão de 2017 e um incidente de assédio em novembro. Qual a sua opinião sobre esse crime? Deixe seus pensamentos na seção de comentários logo abaixo.

Via Noticiasf5