Acusado de matar, em Osasco, com 36 facadas, a ex-mulher, Simone Rodrigues, de 31 anos, o desempregado Ivan Rodrigues, 42, foi preso na manhã desta terça em Mongaguá, litoral sul de São Paulo, para onde havia fugido.

O crime ocorreu por volta das 2h, na casa dela, no Jardim Mutinga, em Osasco, na frente das filhas de 6 e 12 anos do casal, na madrugada desta terça-feira, 5. Após esfaquear Simone, Ivan Rodrigues fugiu com seu Fiat Uno rumo a Mongaguá.

Os policiais receberam a informação de que o suspeito tinha uma casa no bairro Itaguaí e, ao chegarem ao local, prenderam o acusado, que estava com as mãos enfaixadas por conta de vários ferimentos causados pelos golpes.

O delegado Ruy de Matos, responsável pelo caso, declarou que o suspeito confessou o crime assim que foi preso. “Ele disse que não aceitava a separação e descobriu um outro suposto relacionamento da vítima. Acabou ficando com ciúmes e atacou a mulher. Com medo, a filha mais velha se trancou no banheiro e gritou por socorro, mas ninguém ouviu”, explicou, segundo o G1.

O caso foi registrado no 10º DP de Osasco. Ivan foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. Ele pode pegar até 30 anos de prisão.